Crédito Pessoal – Como conseguir o melhor crédito pessoal?

Crédito

Crédito Pessoal – Como conseguir o melhor crédito pessoal?

3 min Partilhar 5 de Agosto, 2020

Search
Generic filters
Exact matches only
crédito pessoal

O crédito pessoal, também conhecido como crédito ao consumo, é uma ferramenta financeira muito utilizada pelas famílias em Portugal. Neste artigo vamos falar das principais características do crédito pessoal e de como pode fazer para ter o crédito pessoal mais barato para o seu caso concreto.

O que é o Crédito Pessoal

Um crédito pessoal é um contrato de financiamento entre um banco ou uma instituição financeira de crédito e um ou mais indivíduos. Neste contrato são definidos um conjunto de regras, de direitos e deveres, sendo as principais:

  1. Finalidade – Qual será a utilização que faremos do dinheiro. Podemos ter diversas finalidades e uma das principais vantagens deste crédito pessoal é que não necessitamos de dizer para que precisamos do dinheiro. Claro que o deveremos fazer pois podemos ter vantagens nisso. Mas temos liberdade para fazer o que quisermos ao nosso dinheiro.
  2. Prazo – Duração do contrato, que determinará o tempo que iremos demorar a devolver o dinheiro ao banco. Com as recentes alterações legislativas o prazo máximo dos contratos de crédito pessoal é de 84 meses, podendo existir algumas exceções pontuais.
  3. Taxa de juro – O custo do dinheiro que o banco nos empresta. Aqui temos de destacar a taxa de juro nominal mas também outros encargos e despesas que são englobados no crédito, resultando na Taxa Anual de Encargos Global (a taxa que deve usar para comparar diferentes contratos).

Qual o prazo de reembolso mais adequado ao seu caso?

Apesar de podermos ter um prazo de crédito pessoal até os 84 meses (uma lei recente do Banco de Portugal veio reduzir o prazo máximo dos créditos de 10 para 8 anos, com exclusão do crédito automóvel que se mantém com limite os 10 anos) tal não significa que este seja o prazo recomendável. Na prática, deveremos usar os créditos de forma responsável e tendo em consideração um equilíbrio entre finalidade, prazo de reembolso e taxas de esforço. Assim, poderemos ter:

  • Viagens – 6 meses a 1 ano;
  • Equipamento informático – 1 a 2 anos;
  • Automóvel– 4 a 6 anos;
  • Mobiliário e eletrodomésticos – 2 a 5 anos;
  • Obras – 3 a 7 anos.

Colocamos aqui prazos indicativos que podem variar com um conjunto grande de fatores. No entanto, sugerimos que evite os créditos para viagens ou para a compra de certos eletrodomésticos e equipamentos para o lar.

Qual a modalidade de reembolso dos créditos pessoais?

A modalidade típica de reembolso de um crédito pessoal é o pagamento de prestações constantes de capital e de juros. Na prática, falamos de empréstimos com taxa de juro fixa durante todo o contrato, sendo o valor da prestação igual todos os meses. É certo que podemos ter modalidades distintas mas esta é a mais comum. Caso decida apostar na queda continuada das taxas de juro, poderá optar por uma taxa variável.

O que precisa para pedir um crédito pessoal?

O pedido de crédito pessoal envolve a análise do risco de cada operação. Este risco dependerá fundamentalmente das garantias que poderá dar em cumprir com a prestação todos os meses. Logo, as instituições financeiras consideram:

  • Disponível Orçamental – Assemelha-se à taxa de esforço e indica-nos o valor que nos sobra do rendimento depois de pagas as prestações com créditos. Na realidade, o banco quer garantir que terá dinheiro suficiente para as suas despesas mensais que serão mais prioritárias;
  • Estabilidade de rendimentos – Procura que a pessoa tenho um rendimento fixo mensal que não coloque em causa o disponível orçamental;
  • Contrato de trabalho de efetividade – Pelo menos de um dos proponentes do crédito. Sendo certo que todos os contratos de trabalho podem ser quebrados, ter um contrato de efetividade dá algumas garantias de que irá ter um rendimento.

Como ter o crédito pessoal mais barato?

Muitas vezes existe um “mito urbano” de que os créditos pessoais na banca tradicional são mais baratos do que nas instituições financeiras de crédito. Como se percebe, falamos apenas de um mito. É certo que podem haver créditos mais baratos na banca mas também é certo que, muitas vezes, os créditos nas instituições financeiras de crédito são mais baratos.

Para ter o crédito pessoal mais barato tem de ter em consideração todos os custos envolvidos na prestação do crédito. Como bem sabe, os custos vão muito além da simples taxa de juro, com alguns bancos a ser bastante criativos nas despesas que nos cobram. Tenha especial atenção:

  1. Comissões de análise – Que muitas vezes não são devolvidas em caso do crédito não ser aprovado;
  2. Comissões de processamento de prestação;
  3. Seguros diversos, como o seguro de vida ou o seguro de proteção ao crédito – Sendo um custo não deixa de dar um conjunto de garantias e segurança financeira acrescida;
  4. Comissões de manutenção de conta.

Como ter o seu pedido de crédito pessoal aprovado com mais facilidade?

Desde 2018 que existe uma legislação que se destina a proporcionar um serviço de intermediação de crédito mais profissional, com mais valor acrescentado para o cliente e impossibilitando a generalidade dos intermediários de lhe cobrar qualquer comissão. Para poder ter o crédito pessoal mais barato e com maior probabilidade de aprovação, poderá preencher o simulador de crédito pessoal abaixo. A Reorganiza tratará de todo o processo por si, esclarecerá todas as suas dúvidas, tratará de toda a burocracia e negociará as melhores condições com um conjunto de instituições financeiras em simultâneo. E tudo sem qualquer custo.

SIMULE SEM COMPROMISSO

5000,00€
2 anos
Declaro que aceito os Termos e Condições e a Políticas de Proteção de Dados. Aceito que os meus dados pessoais sejam processados pela Reorganiza no âmbito da atividade de concessão de Crédito e do respetivo Regime Jurídico.
Gostaria de receber a newsletter da Reorganiza no meu email.
Aceito ser contactado pela Reorganiza para aconselhamento em outras formas de poupança (Seguros e Produtos e Aforro).


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros