Crédito – 5 Questões a Colocar Antes de Pedir

Crédito

Crédito – 5 Questões a Colocar Antes de Pedir

3 min Partilhar 29 de Abril, 2011

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
crédito pessoal

Todos os dias ouvimos nos meios de comunicação social que os bancos estão mais rigorosos na concessão de crédito, especialmente com o aumento do incumprimento de contratos.

É certo que sim, mas é preciso identificar que tipo de crédito se encontra com restrições, pois e como facilmente pode verificar, o crédito ao consumo ainda hoje está ao alcance de todos de forma facilitada e sem necessitar de se deslocar a um banco para o fazer. Na verdade, este tipo de crédito é a principal causa do descontrolo das finanças pessoais, pois facilmente se acumulam com outros créditos criando o tal ciclo de divida que nenhum de nós deseja, nem mesmo os mais distraídos.

Para o crédito ao consumo, não existem assim tantas restrições, especialmente se o seu desejo é mudar de electrodomésticos ou mobiliário, basta no estabelecimento solicitar o acesso ao crédito e em poucos minutos tem o seu pedido satisfeito.

1# Será este Crédito Realmente Necessário?

Quando surge a tentação de possuir algo a solução passa por solicitar um empréstimo para o efeito. Basicamente se preciso de um carro vou pedir um crédito automóvel como se fosse a única solução para comprar carro. Infelizmente o que os meios publicitários fazem é transmitir essa mensagem, pois não há anúncio de carro que não tenha solução de crédito associada.

Quem diz carro diz outros bens de consumo e a verdade é que raras são as vezes que nos questionamos se realmente é necessário o crédito para adquiri tal bem. É hora de colocar tudo em cima da mesa e verificar se o bem que pretende adquirir é útil e necessário para o bem estar da família e, a mais importante de todas, existem alternativas ao crédito.

2# Tenho Alternativas a este Crédito?

É sempre preferível tentar encontrar soluções que evitem o recurso ao crédito. Se o que vai adquirir é extremamente necessário, então pode ser altura de utilizar o seu fundo de emergência ou aquelas poupanças que possui no banco. Sei que é difícil tomar esta decisão mas, no caso de existência de juros a pagar, duvido que os juros que recebe das suas poupanças sejam superiores aos juros que irá pagar no crédito.

É claro que nem todos temos poupanças e que muitos de nós ainda não descobriu o verdadeiro valor de possuir um fundo de emergência. Nestes casos, pouco nos resta senão mesmo recorrer a familiares para evitar o crédito. É uma decisão igualmente difícil de tomar, mas quando o valor da compra é incontestável é mais fácil a família ajudar.

3# O Crédito Pode Ajudar-me?

Um exemplo é um crédito para cuidados de saúde ou para educação dos filhos. Se todas as alternativas foram esgotadas e se for realmente necessário o crédito certamente terá uma importância enorme na condução do bem-estar, pelo que é indiscutível o seu valor e a ajuda que proporciona.

Todavia, para outras finalidades é necessário ponderar, como por exemplo, comprar um carro porque é extremamente necessário para o desempenho da sua atividade profissional ou comprar um carro porque o que possui está ultrapassado.

São dois créditos com a mesma finalidade que é a compra do carro, só que, enquanto a primeira razão o crédito o irá ajudar, na segunda irá ser mais um encargo no seu orçamento familiar.

4# Tenho a Capacidade Financeira Necessária para Pagar o Crédito?

Regra geral, deixa-se esta decisão para o banco, ou seja, se o banco aprova o crédito é porque tenho capacidade de pagar. sta transferência de responsabilidade está errada, pois temos que ser nós a avaliar a nossa capacidade de pagar o crédito e a determinar todas as variáveis que poderão influenciar na nossa capacidade de pagar.

É certo que conhecer a nossa taxa de esforço nos ajudará, mas existe imensa informação que não deverá ser posta de lado, como por exemplo, existe risco de perder o emprego no decorrer do prazo do crédito, terei alguma despesa necessária que efetuar nos próximos tempos que influenciará a minha capacidade financeira, estou preparado para momentos difíceis, estou preparado para imprevistos, entre outros.

Como pode verificar o que ganho hoje não é suficiente para garantir as responsabilidades do futuro, tem que existir algo mais para que a garantia exista.

5# Procurar Aconselhamento de Crédito

Não me refiro aos amigos, mas sim aos familiares mais diretos como cônjuges, filhos, Pais e Avós, que regra geral possuem uma visão mais aberta. Perguntar e tentar obter uma opinião da potencial tomada de decisão poderá ser um elemento decisivo. Não quer dizer que estejam certos mas certamente darão informação que conjuntamente com as suas próprias conclusões irão lhe indicar o caminho a tomar.

Reorganiza, As Suas Finanças Em Boas Mãos



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros