O que é o Período De Carência nos Seguros?

0
6189
Seguros

Se tem um seguro ou se está a pensar fazer um seguro tem de conhecer o conceito de período de carência. Neste artigo mostramos-lhe o que é um período de carência nos seguros e convidamos a deixar as suas dúvidas e comentários no final.

O Que É O Período de Carência?

Um período de carência é um espaço de tempo no qual não tem direito a ser ressarcido de algum sinistro. Ou seja, estará a pagar um prémio de seguro e não poderá ativar as garantias do seguro. Por exemplo:

  • Seguro de saúde com cobertura de parto – Na maioria dos casos terá um período de carência mínimo de 9 meses. Tipicamente será de 12 meses. Saiba Como Escolher um seguro de saúde.
  • Seguro de proteção ao emprego – Não poderá fazer um crédito com seguro de proteção ao crédito e ficar desempregado no mês seguinte.

Como estes existem outros exemplos. A ideia é evitar situações fraudulentas ou algum aproveitamento. Por exemplo, já estar grávida e querer que a companhia de seguros lhe pague um parto dentro de 1 mês.

Assuma Uma Postura De Prevenção

Infelizmente só nos lembramos dos seguros quando temos um sinistro. Mas a questão mais importante prende-se com o papel dos seguros. Os seguros servem para transferirmos as consequências/impactos de um acontecimento negativo para terceiros (por exemplo, no seguro auto transferimos os riscos do sinistro automóvel para uma companhia de seguros e viveremos mais descansados, sem pagar multas). E isso temos de compensar estes terceiros. Por que não assumir uma postura de prevenção ou de antecipação? Pense quais os riscos que quer ver protegidos e consulte um mediador para o apoiar na sua decisão.

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorITP ou IAD – Qual a Diferença?
Próximo artigoCrédito Consolidado – Quem Pode Pedir?
João Morais Barbosa
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de