Acabe já hoje com as comissões bancárias e poupe muito dinheiro

0
2279
Bancos

A cada dia que passa são criadas novas comissões bancárias e as que existem sofrem aumentos. Sejam comissões de manutenção, pagamento a descoberto, transferências imediatas, levantamentos, análise, processamento de prestações. Neste artigo o foco são as comissões e as estratégias para poupar dinheiro na sua relação bancária. Veja como é possível melhorar a sua vida financeira com pouco trabalho.

Escolha um banco amigo da sua carteira

A primeira dica passa pela procura do banco que seja mais amigo da sua carteira. Acredite que existe uma grande diversidade bancária e que há bancos que procuram distinguir-se da concorrência pelo preço (e com isto aumentar a sua quota de mercado). Sugerimos que veja a nossa análise ao melhor banco para a sua conta à ordem e ao melhor banco para a sua conta ordenado. Verá que pode poupar umas dezenas largas de euros por ano.

É fundamental que tenhamos sempre em mente que um banco online é um banco como todos os outros, ideia que tem vindo a ser cada vez mais enraizada em Portugal. Tenha também em mente que a tendência bancária é para a redução de balcões e dos níveis de serviço presencial, por questões de rentabilidade. Aliás, já há vários bancos a abrir contas à distância, permitindo assim poupar tempo em todo o processo.

Utilize as redes Multibanco

As redes Multibanco estão espalhadas por todo o país e são isentas de custos. Cada vez mais podemos fazer transações isentas de custos. Por exemplo, se fizer transferências nas redes multibanco não irá pagar qualquer comissão pelo serviço, ao passo que muitos bancos já cobram pelas transferências online (ou cobram um valor mensal por um conjunto de serviços que são gratuitos em alguns bancos).

Crie o hábito de negociar

Não é habitual negociarmos mas não perdemos nada em tentar uma redução das comissões. Quem fala em comissões fala de outros custos e encargos que temos, nomeadamente com créditos ou seguros. O não está sempre garantido mas não devemos esquecer que é sempre possível negociar.

A conta ordenado pode ser uma boa opção

Alguns bancos dão benefícios adicionais se os seus clientes optarem pelas contas ordenado. Estas contas permitem uma maior fidelização dos clientes na medida em que obrigam à domiciliação do ordenado naquela conta. A partir daí, é comum fazermos as nossas despesas e movimentos nessa conta. E isso tem um valor. Daí que se fizer uma conta ordenado pode poupar muito dinheiro

Procure pelas contas promocionais

Existem diversas ofertas pensadas para alguns segmentos da população que pelas suas características beneficiam de condições especiais. Falamos por exemplo das contas de estudantes (atenção para quando passar a idade irá começar a pagar comissões) ou das contas de reformados.

No Crédito… Negoceie Sempre

É uma das operações mais consumidora de capital dos clientes bancários. Não é só os juros que deverão ser equacionados mas também todas as comissões e encargos com produtos associados.

Para contratar um empréstimo, os bancos cobram em média 2 a 4 comissões únicas e mantêm ao longo de todo o empréstimo uma a duas comissões. É muito habitual um crédito pessoal com um taxa de juro na ordem dos 9%, possuir uma taxa efetiva de 12% ou 14%. Esta realidade demonstra o peso do comissionamento e produtos associados no empréstimo solicitado.

Negociar as comissões, produtos associados e taxa de juro é algo que deve ser equacionado por todos os clientes bancários, principalmente os clientes empresariais onde o preçário é bastante mais agressivo. Em última análise, poderá sempre optar por um banco que não lhe cobra comissões e ainda lhe remunera a conta à ordem.

Cuidado com os Cartões de Crédito

Poucos são os bancos que possuem cartões de crédito interessantes para os clientes bancários. Apesar de eles reconhecerem os cartões de crédito com um negócio rentável, não possuem grandes benefícios.

Idealmente um cartão de crédito deve reunir as seguintes características;

  • Isenção de Anuidade;
  • Taxa de juro competitiva;
  • Seguros grátis;
  • Descontos e ofertas.

Como o ideal nem sempre é possível de obter, o melhor é encontrar um cartão de crédito que possua o maior número de características e claro, seguir as nossas recomendações em matéria de cartões de crédito.

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorPor que deve fazer um seguro de vida?
Próximo artigoIRS 2019 – Como Preencher o seu IRS
João Morais Barbosa
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de