Como aumentar os reembolsos de IRS?

0
8125
reembolsos de IRS

Em breve chega o famoso momento de prestarmos contas ao Estado. Para alguns chegam os reembolsos do IRS. Para outros o pagamento. Por que motivos alguns recebem e outros pagam? Os motivos são diversos. Neste artigo vamos falar-lhe de algumas estratégias para aumentar os reembolsos de IRS que são válidos para todos os anos.

Atualização do seu agregado familiar

A primeira dica que lhe podemos dar passa por atualizar o seu agregado familiar nas finanças. De facto, são perto de 3 milhões de famílias que poderão ser beneficiadas pelo preenchimento automático das suas declarações de rendimentos. Assim, terão apenas a possibilidade de escolher entre a entrega em separado ou em conjunto com o seu cônjuge. Se por algum motivo não tem o seu agregado familiar atualizado poderá ser penalizado e suportar uma taxa de imposto ou deduções à coleta de menor valor.

Atualização da sua habitação própria permanente

Outro passo que apenas está disponibilizado após a atualização do agregado familiar é a atualização da informação respeitante à sua habitação própria. É sabido que existem algumas despesas que são dedutíveis com a sua habitação própria permanente pelo que é fundamental que as finanças tenham a informação normalizada.

Atualize as faturas no E-Fatura!

Sim, é uma chatice perder o seu tempo a validar faturas no portal e-fatura. Mas poderá muito bem ser um grande investimento de tempo pois muitas faturas estão pendentes pelo que se não forem validadas não entraram como despesa dedutível à sua coleta de imposto. Algumas ideias importantes:

  1. Garanta que ambos os membros do casal têm a dedução máxima possível nas despesas gerais e familiares, que é atualmente de €250 por pessoa;
  2. Veja se tem faturas pendentes que deverá classificar por categoria e indicar se pertencem à sua atividade profissional (esta valência especialmente importante para a declaração e IRS do próximo ano);
  3. Tenha em atenção que os seus filhos não são considerados nas despesas gerais familiares mas apenas nas despesas de educação e saúde;
  4. Mesmo que já tenha atingido o limite máximo na categoria de despesas gerais familiares deverá continuar a pedir fatura com o seu contribuinte, pois não só garante a justiça fiscal como também poderá ter a devolução de parte do IVA de certos serviços.

E com estas pequenas dicas estará a garantir que consegue aumentar a possibilidade de poder vir a ter um reembolso na sua declaração de rendimentos deste ano. Nunca se esqueça que preparamos o nosso IRS com um ano de antecedência, o que significa que deve começar já hoje a preparar a sua próxima declaração, pedindo faturas em todas as suas compras de bens e de serviços. Aproveite também para ir fazendo validações periódicas das faturas no portal e-fatura de modo a diluir no tempo o (pequeno) esforço de tempo.

Avalie este artigo

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de