5 Comissões Bancárias a Evitar

Finanças Pessoais Poupar Dinheiro

5 Comissões Bancárias a Evitar

4 min Partilhar 2 de Maio, 2011

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
poupar dinheiro

Para o cliente bancário estar sujeito ás comissões resultantes da relação bancária não é nada de novo. Existe mesmo clientes que, pela regularidade da comissão, já se conformam com a sua aplicação e evitam ao máximo encontrar soluções para deixar de a pagar.

Irónico, mas é a realidade e os bancos beneficiam deste tipo de cliente. Vejamos que, apesar de muitos dos clientes bancários suportarem a famosa comissão de manutenção de conta nada fazem para contornar tal encargo, mesmo sabendo que existem bancos que simplesmente não cobram ou até no mesmo banco onde existem formas de a evitar.

Mas vejamos, quais as comissões que pode a partir de agora deixar de pagar e poupar centenas de euros anuais.

1# Comissão de Emissão de Extractos Adicionais

Atualmente pode acompanhar a sua conta bancária quer seja através de extracto bancário que, regra geral, tem um periodicidade mensal, quer através das famosas cadernetas actualizáveis a qualquer momento nos canais disponibilizados.

Independentemente destas possibilidades surge a necessidade de, ou porque aconteceu um movimento que deseja confirmar ou porque espera que aconteça tal movimento ou ainda, porque necessita de um extracto bancário para outros efeitos, solicitar ao balcão a emissão de extracto de determinado período.

Os bancos cobram por este serviço e o valor varia entre 1 e 3 euros. Uma forma de contornar este encargo é optar por consultar a sua conta pela internet ou multibanco. No caso da internet tem acesso a todo o histórico de movimentações e, em muitos bancos, possui ainda descrição detalhada do movimento. Já se optar pela consulta na rede multibanco, pelo menos, os 15 dias antes do dia da consulta estão disponíveis.

Uma dica muito útil para todos os clientes que não querem ou não pretendem aderir aos serviços de banca online ou solicitar um cartão multibanco é pedir ao funcionário bancário para lhe informar sobre os últimos movimentos na sua conta bancária. Mesmo que o funcionário lhe diga que tem outras possibilidades de consultar a sua conta, insista com a disponibilização verbal dessa informação, é um direito seu.

2# Anuidades de Cartões de Crédito

Nem todos os clientes possuem cartões de crédito mas muitos são os que acabam por solicitar tal meio de pagamento. Poucos são os bancos que oferecem as anuidades do cartão de crédito, mas também atualmente esse encargo pode ser facilmente ultrapassado, bastando procurar no mercado por cartões de crédito sem anuidade.

Com os meios tecnológicos já pode pedir um cartão de crédito no conforto da sua casa necessitando apenas de uma ligação à internet e conhecer as principais ofertas. Pode consultar o artigo sobre cartões de crédito sem anuidade e com inúmeros benefícios para verificar as ofertas.

Todavia, existem muitos clientes bancários que possuem cartões de crédito como condição para redução de spread no crédito habitação. Para estes clientes, consultem o vosso gestor de conta e manifestem a vontade de renegociar essa condição manifestando que não é vosso desejo possuir tal cartão de crédito. Proponham trocar o cartão de crédito por um outro produto que lhe traga maiores benefícios, como por exemplo, um seguro de saúde um plano de poupança reforma.

Caso o seu gestor lhe diga que é impossível, remeta uma carta ao provedor do cliente do banco e manifeste as suas razões demonstrando sempre que, como condição para manter as condições atuais do crédito habitação, está disposto a trocar o cartão de crédito por outro produto. Certamente irá obter resposta que vá ao encontro das suas expectativas.

3# Outras Comissões dos Cartões de Crédito

Os cartões de crédito possuem imensas armadilhas, principalmente para os clientes que não cumprem com todas as regras de utilização do cartão de crédito.

Uma delas é as comissões por atraso de pagamento da divida que por apenas um dia de atraso são mais de 5 euros de comissão. Outra comissão muito comum é a comissão por levantar dinheiro a crédito, que tem por nome comissão cash advance. Esta comissão tem uma vertente variável e uma fixa e pode ascender vários euros. Evitar uma utilização ineficiente do cartão de crédito significa poupar centenas de euros anuais.

4# Comissão de Manutenção de Conta

Regra geral com uma periodicidade trimestral a comissão de manutenção de conta possui um peso extraordinário nos lucros dos bancos, pois a sua aplicação é generalizada e está prevista no preçário, sendo assim, aceitável pela maioria dos clientes. Uma negociação eficaz com o banco na eliminação deste tipo de comissão significa poupar mais de 60 euros anuais e ainda melhorar a relação bancária, pois demonstrará que é um cliente determinado e que não admite encargos por possuir conta à ordem.

Para eliminar este tipo de encargo o primeiro passo que deve efetuar é consultar o preçário do seu banco e averiguar quais as alternativas para isenção. Pode-o fazer facilmente no site oficial do banco pois com a implementação do Aviso n.º8/2009 é obrigatório a sua disponibilização.

Seguidamente, se respeitar algum dos requisitos para isenção deve reclamar junto do banco, não só a isenção futura como a devolução de todas as comissões cobradas até então indevidamente.

5# Levantamento ao Balcão

Ainda existem clientes que insistem em visitar o balcão para levantar dinheiro. A maioria dos bancos cobra por este serviço ou exige o preenchimento de cheque para o efeito. Tudo isto são encargos perfeitamente evitáveis se optar por utilizar os meios de pagamento alternativos.

Felizmente com o Decreto-Lei n.º 3/2010, ainda não é permitido a cobrança de comissões por levantamentos nas máquinas de multibanco o que lhe permite poupar imensos euros utilizando este método para levantar dinheiro da sua conta à ordem.

Reorganiza, As Suas Finanças Em Boas Mãos



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros