3 Dicas para Fundos de Investimento pouco Usuais

Apesar de muito já termos por aqui falado sobre fundos de investimento ainda não esgotamos as infinitas dúvidas que existem acerca dos fundos de investimento.

A verdade é que já publicamos um guia de fundos de investimento, já relacionamos os depósitos com os fundos de investimento, explicamos o que são fundos mobiliários e imobiliários e até já fornecemos 5 dicas para escolher o melhor fundo de investimento, no entanto, nunca demonstramos que existe três dicas nos investimentos que altera toda a análise que efetuamos antes de comprar um fundo de investimento.

Todavia, é indiscutível que a rentabilidade é a principal variável na tomada de decisão pela generalidade das pessoas. Partem do principio que, se um determinado fundo de investimento possui uma rentabilidade positiva ao longo de pelo menos 3 anos então, o potencial de rentabilidade no futuro é substancial.

Os números surgem assim como elemento fundamental na tomada de decisão que apesar da sua importância, permitam-me que o informe que os mesmos valem o que valem sendo imprevisível e indeterminável a garantia que eles transmitem.

O Ciclo Económico é um Indicador

Fundos de Investimento

Todos já ouvimos falar sobre os ciclos económicos e o que eles representam. Se até então era possível com alguma fiabilidade prever o ponto onde uma determinada economia iniciava o seu ciclo de expansão, nos nossos dias, a rapidez com que os acontecimentos surgem é praticamente impossível determinar tal momento, necessitando assim de mais dados para identificar (mesmo que potencialmente) tal transição.

Os fundos de investimento reagem aos ciclos económicos e é perfeitamente visível que em períodos de instabilidade e crise como o que vivemos, existem uma panóplia de fundos de investimento que apresentam rentabilidades interessantíssimas.

O pior é que, atribuindo na sua generalidade a tomada de decisão aos números, o erro pode estar eminente, pois com uma crise que se vem verificando desde de 2007 / 2008 muitos dos fundos de investimento que valorizam com a crise apresentam um rentabilidades históricas interessantes. Para agravar, muitos desses fundos de investimento foram criados quando o ciclo económico indicava claramente uma queda da atividade económica .

Assim sendo é importante avaliar a relação do fundo de investimento com o ciclo economico e verificar se o seu desempenho depende do mesmo.

Faça uma Autopsia aos seus Fundos de Investimento

fundos de investimento

Autopsiando um fundo de investimento é possível tirar algumas conclusões quanto à potencial escolha.

Imagine um determinado fundo de investimento com uma estratégia de investimento definida como é habitual. O senso comum revela que o risco do fundo de investimento está representado nos ativos que a carteira possui.

De igual modo, um investidor quando decide correr determinado risco, sendo este enquadrado com o seu perfil, sabe que a equipa gestora do fundo de investimento tem como objectivo corresponder ou superar as suas expectativas.

Esta necessidade de superar as expectativas do investidor e assim atrair mais investidores leva a equipa gestora  diversificar de tal forma a carteira de ativos com o objectivo de criar proteções para o imprevisível. Esta proteção é muitas vezes penalizadora da rentabilidade do fundo e, do meu ponto de vista, penalizadora na escolha do fundo de investimento.

Estou certo que não compraria determinados ativos que a carteira de investimento possui. E apesar de possuir consciência que nunca os compraria, influenciado pela rentabilidade do fundo de investimento acaba por subscrever tal fundo.

Assim sendo, uma autopsia ao fundo de investimento permite avaliar os ativos que para sí são considerados tóxicos e que evitaria a todo o custo a sua detenção. Ao identificar tais activos estará preparado para uma melhor decisão, pois poderá avaliar o peso desses activos na carteira de investimento e avaliar se deve ou não subscrever o fundo de investimento.

Se não Sabe não Faça Nada

Fundos de Investimento

Tenho um amigo que revelou que tinha comprado um fundo de investimento que apresentava um potencial de rentabilidade de dois dígitos. Quando lhe perguntei que tipo de fundo era, simplesmente obtive a resposta gélida, não sei, penso que é mercados emergentes.

Quando não se sabe o preferível é não fazer nada, ou seja, se não conhece claramente o fundo de investimento que lhe está a ser proposto, então não faça nada.

Peça mais informação e em casa pense no assunto e procure informação sobre o mercado alvo do fundo de investimento. E tenha sempre presente o conselho que não deve confiar em estranhos.

Se o fundo de investimento é estranho para sí, não confie nele. Jogue á defesa e aguarde pelo contra ataque se visualizar oportunidade.

E O LEITOR, QUE DICAS POUCO USUAIS DARIA PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO?



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro