SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

Estudar no estrangeiro – vantagens, desvantagens e apoios

Desenvolvimento Pessoal Opinião

Estudar no estrangeiro – vantagens, desvantagens e apoios

3 min Partilhar 24 de Junho, 2022

Search
Generic filters
Exact matches only

Estudar no estrangeiro é o desejo de muitos jovens, seja porque querem alargar os seus conhecimentos seja porque procuram novas experiências e sobretudo enriquecer-se em termos pessoais e profissionais.

Mas ir estudar no estrageiro nem sempre é uma decisão fácil. Para além de poder ser dispendioso traz consigo desafios e desvantagens que podem dificultar ou mesmo impedir os jovens de concretizar o seu sonho. Mas como existem inúmeras vantagens, o melhor é mesmo ponderar todos os aspetos antes de decidir. E se o custo for um fator impeditivo, saiba que existem apoios a que pode recorrer.

As vantagens de estudar no estrangeiro

Indicar as vantagens será fácil. Vamos indicar algumas, mas decerto que a nível pessoal cada jovem poderá juntar outras:

  • Possibilidade de conhecer novas pessoas;
  • Tomar contacto com novas culturas;
  • Aprender ou aperfeiçoar línguas estrangeiras;
  • Trocar e partilhar conhecimentos;
  • Enriquecer pessoalmente:
  • Aprender com sistemas educativos diferentes;
  • Adquirir de experiência internacional;
  • Valorizar-se academicamente;
  • Conseguir uma maior independência, responsabilidade e confiança;
  • Aumentar a capacidade de resiliência para fazer face a situações desconhecidas;
  • Valorizar o curriculum;
  • Adquirir um mind-set global
  • Aumentar a rede de contactos;
  • Criar novos amigos.

Mas para além destas vantagens, lembre-se que estar a estudar no estrangeiro é também uma oportunidade para viajar dentro do país (ou no países vizinhos) em escapadinhas baratas.

As desvantagens de estudar no estrangeiro

Mas claro há que ter em conta que existem desvantagens na ida para o estrangeiro, e sobretudo se for sozinho:

  • Custos elevados, por exemplo com habitação, alimentação, viagens
  • Distância da família a amigos
  • Menor suporte familiar em caso de imprevistos
  • Necessidade de adaptação a novas culturas
  • Possível dificuldade em comunicar, se á língua do país for totalmente desconhecida
  • Caso as aulas sejam dadas na língua nativa que não domina, estudar pode ser difícil

Como minorar os custos de estudar no estrangeiro

Estudar no estrangeiro pode ficar caro, mas a boa notícia é que existem alguns apoios.

Para alunos do secundário

Para estes existe a possibilidade de terem uma experiência de intercâmbio com o Programa AFS – Estudar no Estrangeiro. Irão viver um ano ou trimestre noutro país com uma família de acolhimento voluntária, frequentar a escola secundária local, envolver-se com a comunidade envolvente, mas claro têm de ajudar nas tarefas domésticas.

Estados Unidos, Dinamarca, Itália, Polónia e Japão são alguns dos países com os quais o intercâmbio é possível. Toda a informação se encontra disponível aqui

Para estudantes universitários

Se quiser fazer Erasmus, poderá candidatar-se a bolsa Erasmus+, que contribuirá para as despesas de viagem e de estadia.  Mas o valor da bolsa não é fixo. O valor varia em função das diferenças de custo de vida entre o Portugal e o país de destino, do número dos candidatos, da distância entre os países e a eventual existência de outras bolsas.

Poderá obter informação adicional aqui mas o nosso conselho é que primeiro se informe junto do seu estabelecimento de ensino que de certeza o ajudará.

Para desenvolver programas de investigação

Mas se o seu objetivo é fazer carreira na investigação e ir para o estrangeiro, existem bolsas de investigação que o ajudarão a atingir os seus objetivos, reduzindo os custos de ir para fora.

Em conclusão

É certo que estar num país estrangeiro longe da família pode não ser fácil. E o confronto com o desconhecido é de certeza um desafio. Mas o enriquecimento pessoal, o contacto com culturas diferentes como métodos de trabalho diferentes são ferramentas importantes para o desenvolvimento do sentido crítico e a capacidade de resiliência de cada um.

E sobretudo ao sair da sua zona de conforto os jovens ganham liberdade e outras formas de estar na vida que são seguramente uma mais-valia para o seu futuro.

SIMULE SEM COMPROMISSO

2 anos
Declaro que aceito os Termos e Condições e a Políticas de Proteção de Dados. Aceito que os meus dados pessoais sejam processados pela Reorganiza no âmbito da atividade de concessão de Crédito e do respetivo Regime Jurídico.
Gostaria de receber a newsletter da Reorganiza no meu email.
Aceito ser contactado pela Reorganiza para aconselhamento em outras formas de poupança (Seguros e Produtos e Aforro).


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro