ITP ou IAD – Qual a Diferença?

3
26190
ITP e IAD

Um seguro de vida tem um conjunto de características que devemos conhecer antes de assinarmos os contratos. As tais letras pequenas e aparentes “preciosismos” que podem fazer toda a diferença em caso de um sinistro. Neste artigo vamos mostrar-lhe a diferença entre a ITP e a IAD e explicar-lhe porque pode fazer toda a diferença na sua vida financeira.

O Que É a IAD?

O termo IAD refere-se à Invalidez Absoluta e Definitiva. Este estado de invalidez é verificado tendo por base critérios médicos objetivos (o mesmo será dizer clinicamente sustentados) e significa que um acidente ou uma doença representaram consequências de total incapacidade da pessoa segura exercer uma atividade remunerada. Uma pessoa neste estado necessita de uma terceira pessoa para a satisfação das suas necessidades básicas e vitais, não se perspetivando uma melhoria.

O Que É a ITP?

ITP é um termos que se refere à Invalidez Total e Permanente de uma pessoa. Verifica-se quando o grau de invalidez for igual ou superior a 60% (em algumas companhias de seguros teremos taxa de invalidez de 65% ou 66%), limitando a capacidade da pessoa segura de exercer uma atividade remunerada. De notar que para o cálculo não entram em linha de conta eventuais pré-existências.

Quais As Diferenças Entre a IAD e a ITP?

Se quisermos fazer uma escala de gravidade, a ITP é menos grave do que a IAD. Quer isto dizer que um seguro que cobre a ITP tenderá a ser mais caro do que a IAD, pois cobre mais fenómenos (podemos dizer que é mais provável per um acidente com ITP do que com IAD).

Pensando em termos de segurança da sua família, é mais prudente optar por um seguro de vida que seja mais abrangente. É certo que o valor será superior (embora a diferença não seja muita) mas tem a garantia de que está mais protegido.

Peça uma Simulação Grátis e Sem Compromisso

 Concordo com os termos e condições e política de privacidade

Ao enviar os seus contactos concorda com os nossos Termos e Condições e Políticas de Privacidade

Exemplo de Diferença entre IAD e ITP

Para melhor compreender a diferença entre estes dois conceitos, poderá considerar uma pessoa que tenha tido um cancro que resultasse num grau de incapacidade de 80% mas que a deixa ainda assim autónoma face a terceiros. Neste caso, a pessoa apenas está coberta pelo seguro de ITP pois apesar de poder estar impedida de exercer uma atividade remunerada não tem a necessidade de recorrer a uma terceira pessoa para a sua vida.

Porque é A Diferença entre IAD e ITP Importante Para O Seu Caso?

Imagine que tem uma incapacidade como no exemplo acima. Na realidade, deixa de ter acesso a uma fonte de rendimento mas necessita ainda de pagar a prestação do seu crédito pois o seguro de vida associado não cobriu esse risco. Pode parecer um preciosismo mas a diferença é enorme. Existem inúmeros casos de dramas familiares porque as pessoas não conheciam estas duas coberturas (sim, os bancos que quiseram vender uma prestação mais baixa terão escolhido com grande probabilidade a cobertura de IAD para o seu crédito habitação).

Quer Uma Simulação Para o Seu Caso?

Se quiser perceber quanto poderá custar cada um dos seguros para o seu caso, sugerimos que preencha o formulário de seguro de vida de crédito habitação. Com poucas questões poderemos dizer-lhe quanto poderá poupar no seu seguro. Há tantos casos em que consegue mesmo baixar o valor do que paga no seguro de vida e aumentar as coberturas. Dois em Um 🙂

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo escolher um Seguro de Saúde
Próximo artigoO que é o Período De Carência nos Seguros?
João Morais Barbosa
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
3 Autores de comentários
Maria CorreiaNuno AlvesPedro Liberato Autores recentes de comentários
  subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
Pedro Liberato
Visitante
Pedro Liberato

Boa tarde!

E já agora qual a diferença para este “Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível”
Visto que tem sido uma das opções que tem surgido ultimamente.
No meu caso tenho este “Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível a partir de 55%.”

Obrigado

Nuno Alves
Visitante
Nuno Alves

Invalidez Definitiva para a Profissão ou Atividade Compatível corresponde ao ITP

Maria Correia
Visitante
Maria Correia

Boa tarde, tendo uma incapacidade de 76% e um seguro ITP que cobre acima de 75% e se permanecer no activo na mesma empresa não podendo exercer a mesma função, deixando de poder practicar turnos e desta forma perdendo vários subsídios, como o de transporte, turnos e desta forma auferir bastante menos no final do mês, o segurado pode activar o seguro ITP ou terá que ficar impossibilitado de trabalhar para o poder activar? Muito obrigada