O Que É Um Crédito Em Linha?

0
558
Crédito em Linha

Alguns bancos têm um tipo específico de crédito pessoal a que chamam crédito em linha. Neste artigo queremos mostrar-lhe o que é um crédito em linha e os seus perigos. Saiba que são uma importante fonte de problemas financeiros, pelo que deve ter muito cuidado.

Crédito em Linha – O Que É?

Um crédito em linha ou linha de crédito é um caso específico de crédito pessoal. Também conhecidos como empréstimos rotativos (ou rol-over). Na prática, é um produto financeiro que se assemelha à dívida de um cartão de crédito. Em poucas palavras:

  • Limite de Crédito – É definido um montante máximo de crédito (nos cartões de crédito é o plafond disponível). Até atingir este patamar, poderá usar o dinheiro como pretende. Pode pagar parte ou a totalidade e usar o dinheiro disponível sempre que precisar.
  • Amortização do Empréstimo – Poderá amortizar o seu empréstimo sempre que o desejar. Ao amortizar o crédito está a libertar capital para pedir emprestado no futuro. Apesar desta flexibilidade, tem um valor mínimo que tem de pagar que tipicamente é definido para que cubra o valor dos juros (e evitar assim que todos os meses aumente o valor em dívida).

Qual a Diferença de Um Crédito Em Linha e Um Cartão de Crédito?

A mecânica de funcionamento do crédito em linha é muito semelhante ao funcionamento dos cartões de crédito. Contudo, tem algumas diferenças que importa conhecer:

  • Utilização do Crédito Em Linha – Para utilizar o crédito em linha tem de solicitar à instituição financeira (por telefone) que transfira o valor para a sua conta à ordem;
  • Conveniência do Cartão – O cartão de crédito é um cartão… o que significa que tem bastante mais flexibilidade de utilização. No entanto, se pretender usar dinheiro terá de utilizar a facilidade de cash-advance que tem comissões pouco simpáticas.

Qual o Perigo Destes Créditos?

Tanto o crédito em linha como o cartão de crédito têm um perigo. São formas muito convenientes de ter acesso ao crédito, o que podendo ser uma vantagem representa uma grande tentação para o consumo. Se estiver aflito tem aqui dinheiro disponível. Pode ser muito conveniente mas a conveniência paga-se caro (e muito).

Como referimos anteriormente, estes tipos de crédito pessoal representam uma das grandes fontes de problemas financeiros em Portugal. Não é por acaso que a conveniência é uma das grandes armas de marketing das instituições financeiras. O que acontece se não conseguir pagar as suas prestações?

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorConsignação de 0,5% do IRS e Consignação de 15% do IVA: quais os efeitos na liquidação do seu IRS?
Próximo artigoAs Coisas Não Acontecem Só Aos Outros!
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code