SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

Poupar água e não poluir no Dia Mundial da luta contra a seca

Bem Estar Economia Comportamental

Poupar água e não poluir no Dia Mundial da luta contra a seca

3 min Partilhar 9 de Junho, 2022

Search
Generic filters
Exact matches only

Poupar água é fundamental para a vida no planeta, é uma frase ouvida repetidamente, mas será que sabe de facto porque tem de poupar água? E porque em anos em que chove podemos estar em seca? E qual a relação com a poluição?

Neste artigo vamos tentar responder a estas questões de forma simples para que no Dia Mundial da Luta contra a Seca que se comemora a 17 de junho reforce a redução da sua pegada ecológica e ajude ao planeta.

Da água existente no planeta apenas 1% está disponível para consumo humano

Parece-lhe estranho? Mas é de facto verdade. Cerca de 70% da superfície da Terra está coberta de água e apenas 30% está ocupada por continentes, mas nem toda a água está disponível para consumo.

De facto, da água existente no planeta 97,5% é salgada e está nos mares e oceanos e por isso não é passível de ser consumida.  Só os restantes 2,5% são água doce e, mesmo assim, nem toda a sua totalidade está disponível para consumo humano. Destes 2,5%, 69% está congelada nos glaciares, 30% é subterrânea estando nos aquíferos e por isso inacessível, e só 1% se encontra nos rios e lagos e por isso disponível para consumo.

Por isso se só 1% da água mundial está disponível para consumo humano temos de a poupar. Mas poupar não basta já que a poluição também é responsável pela diminuição da água potável disponível. Por isso as nossas ações têm de se centrar em Poupar e Não Poluir.

Em anos de seca poupar água e utilizá-la racionalmente é fundamental

A seca é um fenómeno natural de origem meteorológica resultante da persistência anómala da ausência de precipitação, mas que pode ser agravada por ações do homem como por exemplo, o incorreto ordenamento do território, a falta de infraestruturas de armazenamento, a sobreutilização de reservas de água, a pratica de agricultura intensiva e a desflorestação. Todas elas se traduzem na redução de água disponível para consumo.

De facto, podemos falar em dois tipos de seca: a seca meteorológica e a seca hidrológica.

A primeira, a seca meteorológica, resulta quer da falta de chuva quer do aumento da evaporação provocada pelas altas temperaturas. Mas a seca hidrológica resulta da redução dos níveis médios da água nos reservatórios naturais e artificiais (barragens) e esta é na sua maior parte resultado de ações da atividade humana, quer pelo seu uso intensivo em termos de consumo, quer pela sua incapacidade de reter água.

A poluição reduz drasticamente a água disponível para nosso consumo

Se à falta de água da chuva, à incapacidade de reter água, ao seu consumo excessivo juntarmos a poluição das águas resultantes de ações do nosso dia a dia, facilmente concluímos que a água disponível é de facto escassa.

À escassez junta-se ainda a falta de qualidade resultante de ações como descargas industriais ilegais nos rios ou simplesmente deitarmos o óleo de fritar na sanita ou lava-loiças. Aliás sabia que um litro de óleo tem a capacidade de contaminar milhares de litros de água?

A gestão da água começa em casa com Poupar e não Poluir

Estas são os pilares das ações que cada um pode fazer em sua casa para ajudar o planeta e as gerações futuras. Interiorize que tem de poupar e não pode poluir.

Para poupar água pode começar por:

  • Fechar a água do lavatório quando lava os dentes
  • Tomar duche em vez de banho de imersão
  • Instalar redutor de pressão no chuveiro
  • Fechar a água enquanto de ensaboa
  • Reduzir o gasto de água nos jardins, regando à noite
  • Não descongele os alimentos com água da torneira
  • Garanta que as máquinas de lavar loiça e roupa estão cheias antes de iniciar a lavagem
  • Lave o seu carro com balde e esponja
  • Repare as torneiras que estão a pingar
  • Evite as descargas de autoclismos não necessárias

Para não poluir pode começar por NÃO:

  • despejar óleo no lava-loiças ou sanita
  • despejar medicamentos no lava-loiças ou sanita
  • verter tintas no lava-loiças ou sanita
  • deitar toalhitas na sanita
  • usar pesticidas nas plantas do seu jardim
  • deitar sacos de plásticos, palhinhas no mar ou rio
  • usar produtos químicos na limpeza da casa. Opte por produtos biodegradáveis

 

Em conclusão

No seu dia a dia deve ter sempre em mente que a água é um bem escasso que deve preservar. Lembre-se poupe hoje, não polua hoje e para poder ter amanhã.

Estará também a contribuir para que Portugal cumpra o Objetivo para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 6 – Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos.

 

 



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro