A Inflação É Boa ou Má?

Glossário Financeiro

A Inflação É Boa ou Má?

2 min Partilhar 14 de Março, 2017

Search
Generic filters
Exact matches only
Seguro de vida crédito habitação

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou no início do mês que a taxa de inflação homóloga de Fevereiro atingiu os 2%. Qual o impacto deste resultado? Será bom, ou mau, uma inflação de 2% na zona euro?

O Que É A Inflação?

Sendo a inflação a subida generalizada dos preços, aparentemente podíamos correr na falácia que uma subida dos mesmos é negativa. Mas não é verdade. Temos vivido tempos em que a inflação rondava os 0% e alguns analistas temiam que se entrassem em deflação. Esta situação seria altamente nefasta para a economia.

A Inflação É Positiva?

É fácil de perceber que se um consumidor tem a expetativa que os preços vão descer no dia seguinte, então a sua escolha racional seria adiar a decisão de consumo. Ao adiar, deixaria de haver trocas comerciais e a economia iria ruir, começando logo pelo desemprego dos trabalhadores das empresas que deixavam de vender.

É importante lembrar que uma das principais missões do BCE é garantir que há estabilidade na zona euro, nomeadamente com uma inflação controlada (2%). Uma forma de corrigir o fenómeno de inflação zero que estivemos a viver é através de estímulos à economia. Estes estímulos poderão passar pelas alterações às taxas de referência da zona Euro (o famoso fenómeno da Euribor estar a negativo).

Com esta medida criou-se a perceção de podermos consumir mais, porque o financiamento do dinheiro tinha ficado mais barato. Mas agora que a inflação está nos 2% é provável que as medidas de estimulo à economia parem. As notícias recentes do BCE dizem que tal não vai acontecer (para já!). Mas a manter-se este nível de inflação, mais cedo, ou mais tarde, as medidas irão cair e vamos ter de estar preparados para tal. Ou seja, a inflação é melhor que a deflação, mas com variações controladas para não vivermos cenários como em alguns países da América Latina.

Temos de Nos Preparar

O nosso país está em aparente recuperação e precisamos de ter os pés na terra para quando acabarem alguns estímulos que alimentam a nossa economia, estamos todos preparados para a nossa verdadeira realidade.

Infelizmente, parece que não estamos preparados nem que queremos acreditar que as coisas irão mudar. Não será para breve pois as incertezas na economia e na política são demasiadas. No entanto, tudo o que desce também sobe…

Como Nos Podemos Preparar?

Uma pessoa prevenida vale por duas… ou por três. Assim, o que lhe sugerimos é que encontre fontes de corte de custos. Que negoceie os seus créditos. Que poupe dinheiro nos seus seguros. E que se prepare para que quando for necessário tenha dinheiro disponível para não colocar em causa o seu nível de vida.

Nota: Artigo adaptado de Crónica Semanal no Jornal Destak



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro