SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

SIMULE AQUI SEM COMPROMISSO O SEU CRÉDITO HABITAÇÃO

Quer ter um negócio por conta própria? Tenha atenção a estes 3 fatores

Empreendedorismo Finanças Pessoais

Quer ter um negócio por conta própria? Tenha atenção a estes 3 fatores

3 min Partilhar 28 de Junho, 2022

Search
Generic filters
Exact matches only
Negócio conta própria

O Dia Mundial da Produtividade, celebrou-se recentemente, a 20 de junho. Numa altura em que o país, apesar dos efeitos da guerra e da crise, vai receber um dos maiores apoios europeus de sempre, o chamado Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), vai haver oportunidades para alguns empreendedores que se dediquem sobretudo às três dimensões estruturantes: Resiliência, Transição Climática e Transição Digital. É curioso ver que muitos portugueses gostariam de ter um negócio próprio mas que são poucos os que dão o passo fundamental para se lançarem por conta própria. Não é um passo fácil e tem certamente desafios. Mas trabalhar por conta própria traz-nos muitas coisas boas. Neste artigo vamos apresentar-lhe 3 factos de reflexão se está a pensar em lançar-se por conta própria.

Trabalhador por Conta Própria Não tem um Patrão

É verdade. Se tem o seu próprio emprego não tem um patrão. Tem muitos patrões. Se já não é fácil lidar apenas com uma chefia e com as suas exigências imagine-se a lidar com várias pessoas, com diferentes expetativas e desejos. Tem também os seus fatores positivos. Não fica apenas dependente das modas e humores de uma pessoa pelo que reduz o seu risco e o impacto de discussões e desentendimentos.

Trabalhador por Conta Própria está Disponível 24 Horas

Quem trabalha por conta própria tem de estar disponível 24 horas. Não significa isto que está sempre a trabalhar. Mas estará com a cabeça sempre a trabalhar e a pensar em novas formas de negócio. Nunca se esqueça que só recebe se produzir, faturar e se lhe pagarem (e sabemos que muitas empresas não gostam de cumprir com os prazos de pagamento, o que acaba por dificultar a vida a muitos empresários, especialmente os pequenos).

Se tem o seu próprio negócio tem também de estar disponível 365 dias por ano. Possivelmente não poderá tirar férias quando quiser. Ou pode nem tirar férias durante muitos meses seguidos. Tudo em nome dos seus clientes e dos seus colaboradores (sim, se tiver colaboradores necessita de garantir os salários antes de receber o seu).

Nem tudo são Coisas Negativas

Se tem o seu negócio próprio certamente que estará a fazer aquilo que mais gosta de fazer, com a liberdade de quem sabe que controla o seu destino. Das melhores coisas de ter o nosso próprio negócio é que o nosso destino somos nós que o criamos. Pode exigir sacrifício mas estamos cá depois para colher os frutos.

Um Alerta: Tenha a sua família consigo

Se quiser lançar o seu próprio negócio garanta que o faz alinhado com o seu marido ou mulher. Ser empreendedor traz sacrifícios e pode criar várias situações de conflito e de tensão. Daí ser fundamental que o casal esteja alinhado e que consigam encontrar estratégias para superar as dificuldades. Porque depois das dificuldades chegam as coisas boas… e passa a ter mais tempo e disponibilidade intelectual para a sua família.

Avalie a rentabilidade do seu projeto

Ser empreendedor é um caminho extraordinário. Termos um negócio é muito gratificante. Nem tudo são coisas negativas. Nem tudo são desafios. Mas para conseguirmos dar um sentido ao nosso esforço convém que este seja viável. Muitas vezes sonhamos demasiado e não temos o cuidado ou o conhecimento para criar um negócio. Porque não começar o caminho avaliando se o seu projeto tem pernas para andar?

Atualmente há apoios públicos e outras associações do setor que ajudam potenciais empreendedores a fazer um plano de negócios, a perceber a viabilidade da sua ideia e a concorrer a financiamento, entre outras ajudas, para fazer avançar e crescer os seus projetos. O governo central, as câmaras municipais, o IAPMEI, o Instituto de Emprego (IEFP), a StartUP Portugal, a Associação de Jovens Empresários (ANJE), a Beta-i, entre tantas outras entidades, apoiam quem se quer lançar. Se está a começar, consulte os programas de incentivos, dirija-se a este tipo de organizações e ficará com uma ideia mais clara. Equacione ainda o ‘intra-empreendedorismo‘, algo que pode propor se estiver numa empresa com potencial. Bons negócios!

Reorganiza – As Suas Finanças Em Boas Mãos



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro