Seguro de acidentes de trabalho – Por que é obrigatório?

0
6

O inesperado faz parte do nosso dia-a-dia e muitas coisas nos acontecem sem estarmos preparados ou à espera. O trabalho não está isento destes acontecimentos inesperados por mais imprevisíveis ou improváveis que sejam. Neste artigo vamos mostrar-lhe porque é obrigatório ter um seguro de acidentes de trabalho.

Desde 1913

Por isso mesmo surgiu a obrigatoriedade do seguro de acidente de trabalho em qualquer trabalho desde 1913. Mais recentemente foram incluídos também os trabalhadores independentes.

Coima

Como punição por não ter incluído o seguro de acidente de trabalho numa empresa, pode-se pagar coima sendo esta por vezes muito elevada. A lei diz mesmo que isto se aplica a todas as entidades empregadoras.

O que são acidentes de trabalho?

É acidente de trabalho aquele que acontece no tempo e no local de trabalho e produz “direta ou indiretamente uma lesão corporal”.

Local de trabalho

É o sítio onde se trabalha ou de onde se dirige para trabalhar. Uma pessoa que tem uma lesão corporal fora do trabalho, mas esta aconteceu enquanto caminhava para o trabalho, por exemplo, tem de ser coberta pelo seguro de acidente de trabalho

Tempo de trabalho

É o tempo relativamente antes e relativamente depois do trabalho, incluindo também interrupções (como a pausa para o almoço) e o próprio tempo em que se está a trabalhar obviamente.

Quais as despesas cobertas pelo seguro de acidentes de trabalho?

Se o acidente se deu no local e tempo de trabalho, todas as despesas médicas são cobertas pelo seguro. Também estão incluídas pensões por morte ou incapacidade permanente por exemplo.

Um seguro de acidentes de trabalho é algo muito vantajoso. Tenha em mente que estes seguros não precisam de ser caros. Para ter a melhor cotação para o seu seguro compensa contactar um mediador de seguros profissional.

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorJá pensou no impacto que um acidente tem na sua vida?
Avatar
O Luís é uma das novas promessas do Grupo Reorganiza. Estudou no Colégio Militar onde desenvolveu o gosto pelo desporto e o seu carácter. Foi depois para a Universidade Católica e ainda passou pelo Seminário de Caparide. Tem um grande gosto por perceber a origem dos problemas e das suas soluções e o seu lado humano dá-lhe uma grande sensibilidade para os problemas das pessoas, que procura solucionar.

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de