5 Razões para Começar Investir na Reforma

Investir

5 Razões para Começar Investir na Reforma

4 min Partilhar 29 de Outubro, 2014

Search
Generic filters
Exact matches only
investir na reforma

Existe quem afirme que para investir é necessário ter tempo pois este é o melhor aliado nos investimentos. Parece-nos compreensível que assim o seja, não só porque permite planear melhor a estratégia para investir como nos dá mais oportunidades para garantir rentabilidades significativas.

Assim sendo, temos o tempo como elemento fulcral nos investimentos mas também temos outros factores que  não são menos importantes e que determinam a diferença entre possuir milhares de euros ou milhões de euros no momento da reforma

Nestes termos vejamos 4 razões para começar a investir na reforma, todas elas válidas e justificativas da urgência da tomada de decisão.

1# Aproveite Enquanto Tem Tempo

Aprender a poupar dinheiro o quanto antes e a investir o dinheiro fruto da poupança determinam o seu futuro financeiro. No nosso artigo sobre sobre quando deverá começar a planear a sua reforma identificamos que uma pequena poupança mensal de 100 euros desde os 20 anos e até os 60 anos representam mais de 150.000 euros de poupança a uma taxa de 4%.

Agora imagine que consegue aplicar o mesmo dinheiro a uma rentabilidade média de 12% anual, algo que não é difícil se optar por produtos de risco. Esta iniciativa durante 45 anos significam mais de 2.100.000 euros aquando dos 65 anos.

Da mesma forma uma pequena poupança de 200 euros por mês à taxa de 4% representam 300.000 euros ao fim de 45 anos.

Assim sendo, quanto mais cedo começar a investir na reforma maiores serão os frutos da sua participação e como é óbvio maiores serão as oportunidades de rentabilização.

2# Aproveite Todas as Oportunidades

Ninguém espere que não possuir uma estratégia de investimento e apenas aplicar passivamente os dinheiro que possui um dia vir a ser rico ou possuir um reforma dourada. É certo que nem todos conseguem ficar ricos e atingir tal posição financeira na reforma a investir, pois os investimentos errados poderão significar menos dinheiro, todavia, ninguém espere ficar rico sem aprender a investir corretamente e a melhores rentabilidades o dinheiro que possuem.

As oportunidades estão ai, presentes e com imensa informação para aprender com os erros e com os sucessos. É uma questão de estar atento e analisar todos os itens da sua estratégia. Os que começam mais cedo a investir para a reforma terão mais oportunidades para diluir o risco das suas decisões pois terão mais tempo para aprender e investir. O mercado tem oportunidades para todos apenas precisamos de nos focar no caminho certo e como sempre trabalhar arduamente e incansavelmente.

3# Tenha a Capitalização nos seus Investimentos

Optar pela capitalização nos investimentos significa receber um dinheiro extra que não é nada mais senão juros dos juros recebidos. O conceito é simples, se recebe juros não fique simplesmente com eles na sua carteira ou conta à ordem, invista imediatamente esses juros e aguarde até receber os juros dos mesmos.

Se prefere produtos de poupança simples, simplesmente solicite a capitalização automática dos juros pois assim apenas deverá se preocupar com a rentabilidade dos produtos e não com a potencialidade dos mesmos.

Ainda recentemente explicamos a diferença entre taxas de juro nominais e efetivas, sendo que estas últimas explicam a poder da capitalização de juros num investimento. Todavia fica aqui um pequeno exemplo de um investimento de 5.000 euros a 45 anos com taxa de juro anual de 4% com e sem capitalização de juros.

investir na reforma

Como pode verificar para o mesmo investimento temos taxas efetivas completamente diferentes pois enquanto que com a capitalização de juros irá no futuro receber juros dos juros de forma crescente, sem capitalização receberá sempre a mesma proporção de juros.

4# Defina Metas e Objetivos

Não possuir uma estratégia para o seu dinheiro é o mesmo que não possuir um mapa para se orientar. Tenha consciência que se definir metas e objectivos saberá exatamente o que terá de fazer para as alcançar. Vejamos, que deseja possuir um milhão de euros aos 65 anos. Se possuir 20 anos terá que poupar 100 euros mensais  a uma taxa de juro média de 10% para o conseguir. Já se possuir 40 anos necessitará de poupar 750 euros à mesma taxa de juro para conseguir.

Esta regra aplica-se a todas as suas prioridades e desejos e permite-lhe saber antecipadamente o esforço de poupança necessária para concretizar os seus objectivos.

5# Crie uma Estratégia Dinâmica mas com Bases Sólidas

De nada vale pensar em investir na reforma e não possuir uma situação financeira estável, pois nos momentos de aperto financeiro simplesmente todo o seu esforço aplicado na estratégia desaparece.

Aprenda a gerir o seu orçamento familiar criando uma estrutura sólida e obedecendo a regras simples de Finanças Pessoais. Siga a nossa recomendação sobre criar um fundo de emergência para que este se apresente como a boia de salvação em momentos de tempestade.

Ter bases sólidas é estar preparado para os obstáculos que irão surgir quando decide investir na reforma, pois estes obstáculos existem e vão surgir sempre com o objectivo de o desmotivar na continuação dos seu percurso.

5 dicas para planear a reforma que se somam às nossas 4 dicas básicas para planear a reforma. Se tem dúvidas partilhe connosco. Faça-nos as suas questões utilizando o espaço para comentários abaixo e teremos todo o gosto em ajudar.

 



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro