8 Dicas Para Poupar Em Casa

0
1247
Poupar Em Casa

Todos gostamos de poupar dinheiro. Não é fácil e por vezes precisamos de dicas de poupança que nos ajudem a ter uma estratégia para poupar. Conheça 8 dicas para poupar em casa do nosso Diretor de Crédito.

1 – Não entre em incumprimento

Os custos por entrar em incumprimento de contratos de crédito são elevadíssimos, mesmo que seja por umas horas. Tente sempre pagar as prestações na data acordada, porque quando incumpre, o banco vai começar a cobrar juros de mora, taxas pela recuperação da prestação em atraso, etc.

Estes custos vão inflacionar a prestação, vai acabar por pagar mais 20€ apenas por ter falhado em algumas horas o pagamento da prestação.

2 – Reduza as taxas de juro dos seus créditos

Se tem atualmente um crédito habitação, peça ao seu banco para reduzir a taxa de juro, se o banco recusar, não se preocupe, nos dias que correm a concorrência entre bancos é elevadíssima. Basta ir ter com outro banco e pedir para transferir o seu credito habitação ou em alternativa recorrer ao Dr. Finanças que o ajudará a mudar de banco e poupar dinheiro sem custos.

Tem diversos cartões de crédito e o valor que paga em juros já é mais de 50% da prestação mensal, a melhor maneira para acabar com os cartões é consolidar os créditos. A poupança pode chegar a 60%. Imagine se de um dia para o outro tivesse disponível mais 60% do orçamento que era canalizado para pagar prestações?

3 – Ajuste a Data de pagamento

Se possui créditos, ajuste a data de pagamento da prestação, para uma data que permita pagar a prestação sem entrar em incumprimento. Atualmente os bancos são obrigados a alterar as datas de pagamento das prestações, se o cliente pedir. Com este pequeno ajuste, pode poupar mais de 250€ por ano.

4 – A Poupança Maior está nas Pequenas Despesas

Quando vamos fazer uma despesa elevada, ponderamos os vários cenários, mas quando estamos a falar em pequenos gastos, tomamos a decisão de ânimo leve. O resultado final é pagar muito por pouco. Não é por pagar 30€ por mês numa prestação, que a taxa de juro não pode ser superior a 20%.

Otimizando as pequenas despesas, maior será poupança e pode poupar dinheiro como nunca pensou que fosse possível.

5 – Levar o Lanche de Casa

Primeiro poupa a sua saúde e depois como complemento ainda poupa a sua carteira. O facto de gastar todos os dias 2€ para lançar, representa mais de 700€ por ano, que poderia poupar. Para piorar a situação, ainda vamos acabar por gastar dinheiro com o médico, porque em vez de comer uma peça de fruta, vamos ao café comer um bolo, ou algo do género.

6 – Defina Objetivos de Poupança

Quando receber o vencimento, primeiro pague-se a si próprio. Defina um objetivo anual de poupança e depois todos os meses comece a pagar a si próprio, para chegar ao final do ano com o objetivo de poupança que definiu. No futuro, sempre que precisar de um empréstimo, pode fazer o empréstimo à sua conta poupança e depois só tem que definir um prazo para devolver o valor que pediu emprestado.

 7 – Analise os Seguros

À semelhança dos seus créditos, também pode analisar os seus seguros, para todos os anos conseguir seguros mais baratos com a mesma cobertura. No caso do seguro de vida, em algumas situações pode poupar mais de 50%, apenas com um telefonema.

8 – Controle o Seu Cartão de Crédito

O controlo do cartão de crédito permitirá poupar em consumo e eventuais despesas e encargos com a sua utilização. Nunca utilize mais do que um cartão de crédito, porque com o aumento do numero de cartões de crédito vem o descontrolo financeiro e os custos.

Nunca se esqueça que as taxas associadas aos cartões de crédito são realmente penalizadoras. Aprenda a reduzir a taxa de juro do seu cartão. Vemos na Reorganiza tantos casos de clientes cujos juros são superiores ao pagamento mínimo… o que significa que tomos os meses acumulam mais dívida agravando um problema financeiro que poderia ser corrigido logo à nascença.

Avalie este artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

*

code