Certificado energético – Como pode poupar dinheiro?

Finanças Pessoais Fiscalidade Imobiliário

Certificado energético – Como pode poupar dinheiro?

3 min Partilhar 3 de Novembro, 2021

Search
Generic filters
Exact matches only
Certificado energético

O certificado energético é obrigatório na venda, arrendamento ou trespasse de qualquer imóvel, destinado a habitação ou a comércio, a partir do momento em que são colocadas no mercado. Ou seja, se quiser vender a sua casa e recorrer a uma agência ou portal imobiliário a casa tem de ter certificado energético.

E se lhe dissermos que se a casa tiver uma elevada classe enérgica, isso lhe permite poupar energia ou seja gastar menos por mês, em suma poupar. Interessado? E lembre-se que se compara as casas em termos do quanto vai gastar na prestação do crédito habitação, por que não as compara também em termos de conta da luz?

O que é o certificado energético

O certificado energético é um documento que avalia a eficiência energética de um imóvel traduzindo a sua classe numa escala entre A+ (muito eficiente) a F (pouco eficiente).

É emitido por peritos qualificados deviamente certificados pela Agência para a Energia (ADENE) tendo um prazo de validade de dez anos para edifícios para habitação ou pequeno comércio. Para os grandes edifícios de comércio e serviços a validade é de oito anos.

O que que contem o certificado energético

O certificado energético tem informação que lhe pode ser muito útil, nomeadamente:

  • A classe energética
  • As características do imóvel e o seu desempenho
  • As medidas de melhoria que lhe permitirão reduzir o consumo de energia e melhorar o conforto
  • Permite acesso a benefícios fiscais e acesso a financiamento específico, se disponível

Mas o que determina a classe energética?

A análise do imóvel em termos energéticos tem em conta todos os aspetos que podem por seu lado influenciar a sua conta da eletricidade. Assim para os imóveis destinados à habitação é tido em conta:

  • localização do imóvel,
  • ano de construção,
  • tipo de casa – fração de um prédio ou moradia, o seu piso e a área,
  • constituição das suas envolventes – paredes opacas ou envidraçadas, coberturas, tipo de pavimento
  • climatização – aquecimento e arrefecimento ambiente.
  • Isolamento das janelas: simples, de vidro duplo e/ou corte térmico
  • ventilação
  • produção de águas quentes sanitárias

Ou seja, todas as componentes térmicas que têm influência no consumo de energia.

O certificado energético é um guia para avaliar a casa

Se vai comprar uma casa e está indeciso entre duas, em condições idênticas, opte pela que tiver uma classificação melhor em termos energéticos. Irá gastar menos em energia e por isso será em termos globais mais barata.

O certificado energético auxilia-o a reduzir a sua conta da luz

No entanto, se já comprou uma casa e a sua eficiência energética não é o ideal, olhe para o certificado energético. Este indica que medidas concretas de melhoria poderá implementar, especificamente identificadas para a sua casa com vista a reduzir o consumo e consequentemente os gastos de energia de forma permanente. Para cada melhoria proposta indica o investimento necessário e a redução anual estimada na sua conta da luz bem como e o impacto na classificação energética.

Ainda como forma de o ajudar, o certificado indica também o impacto final se a totalidade das medidas sugeridas forem efetuadas, quer em termo de custos de investimento, quer na redução na fatura e alteração da classe energética.

Use o certificado energético para aceder a benefícios financeiros e fiscais

Se quer implementar as medidas de melhoria propostas e necessita de financiamento bancário saiba que a apresentação do certificado lhe permite aceder a uma taxa juro mais baixa, já que o financiamento é classificado como crédito pessoal de energia renováveis com um taxa máxima de 6,2% (o que compara com o crédito pessoal finalidade lar com taxa máxima de 12,9%).

Do mesmo modo, se implementar essas medidas em termos fiscais pode ter benefícios:

  • Devolução do IMT
  • Redução da taxa do IMI
  • Isenção das taxas municipais para a reabilitação de prédios urbanos

Para tal informe-se junto do seu município.

Terá também isenção da taxa de emissão na reemissão do novo certificado após implementação das medidas de melhoria.

O certificado energético permiti-lhe valorizar a sua casa

De facto, aquele papel para o qual nem olhamos permite valorizar a sua casa e reduzir a conta da eletricidade.

Não se esqueça com o certificado energético e tendo em conta a classe energética pode:

  • Identificar medidas que melhorem o conforto e reduzam os custos com energia no seu imóvel, servindo assim como guia para reabilitação
  • Aceder a financiamento a melhores taxas e implementar medidas de melhoria
  • Usufruir de benefícios fiscais em sede de IMI ou IMT, ou redução de taxas para a reabilitação
  • Valorizar o seu imóvel. Uma casa com uma classe energética mais elevada tem uma vantagem competitiva no mercado imobiliário

Aproveite-o. Poupe na eletricidade e tenha mais para gastar no seu bem-estar.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro