Por que deve fazer um seguro de vida?

0
103
Seguro de vida

Os seguros e as companhias de seguros costumam ser mal vistos por diversos motivos, sendo o principal devido ao seu produto. Ou seja, só usamos os seguros quando temos um sinistro, altura em que estamos em situações mais frágeis. Infelizmente, tendemos a desconsiderar a importância da segurança financeira. Neste artigo falamos-lhe da importância dos seguros de vida na sua segurança financeira.

Os seguros servem para os imprevistos

Contratamos um seguro para nos protegermos de imprevistos. O problema dos imprevistos não é que não vão acontecer, porque acontecem de certeza. O problema dos imprevistos é que não sabemos quando vão acontecer e sabemos que acontecem nas piores alturas. Acontecem quando menos esperamos…

Se temos uma despesa imprevista temos de ter os fundos para a suportar. Acontece que numa sociedade em que a taxa de poupança não para de cair, não existe muita poupança para imprevistos. Ou melhor, já não é fácil esticar o salário quanto mais acumular alguma poupança para situações imprevistas.

Os seguros dão-nos a segurança financeira que precisamos

Já imaginou como seria a sua vida se soubesse que se alguma coisa lhe acontecesse a sua família estaria protegida? O sentimento de insegurança é dos piores sentimentos que um pai ou mãe de família podem ter. Só de pensar nos problemas que podemos deixar aos nossos entes queridos por não termos acautelado os imprevistos…

O preço do seguro é o preço da sua segurança

Ao contratar um seguro de vida está a passar os custos financeiros de um imprevisto para uma companhia de seguros. A seguradora assume o risco em troca de um prémio ou custo mensal que está associado à probabilidade do risco e ao valor da indemnização. Este preço pode ser visto como o preço da sua segurança financeira. Se virmos bem, dependendo das coberturas contratadas e da sua idade, o preço pode ser bastante insignificante face ao conforto de saber que está (bem) protegido.

Mas como escolher o melhor seguro de vida?

Para escolher um bom seguro de vida tem de saber os riscos que quer proteger e depois escolher a melhor companhia de seguros para o seu caso concreto. Esta é uma tarefa teoricamente mais complicada, mas para isso tem também o apoio dos mediadores de seguros que fazem toda a pesquisa por si e que o aconselham relativamente às melhores alternativas no mercado. Assim, o passo mais acertado passa por contactar um mediador de seguros e tirar todas as suas dúvidas.

time

Peça uma simulação grátis
e sem compromisso

Ao enviar os seus contactos concorda com os nossos Termos e Condições e Políticas de Privacidade
Preencha o formulário para receber a sua simulação!
Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anterior5 ideias de snacks saudáveis para os miúdos
Próximo artigoAcabe já hoje com as comissões bancárias e poupe muito dinheiro
João Morais Barbosa
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de