Como Fazer um Novo Crédito e Poupar Dinheiro Sem Risco?

Crédito Finanças Pessoais

Como Fazer um Novo Crédito e Poupar Dinheiro Sem Risco?

2 min Partilhar 18 de Abril, 2016

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
depósitos a prazo

A publicidade agressiva da banca está de volta. De um momento para o outro parece que é tudo facilidades e que o crédito está ao alcance de todos. Neste contexto, importa perceber as potencialidades dos novos créditos e perceber como é possível baixar as mensalidades… mas tendo em atenção a alguns riscos. Neste artigo vamos procurar ajudar a desmistificar os perigos em torno do crédito.

As Taxas de Juro São Mais Amigas do Crédito

Há alguns anos atrás as taxas de juro de alguns créditos estavam acima de 30%. Hoje em dia é possível ter acesso a alguns créditos com taxas inferiores a 15%. Uma redução para metade em pouco tempo, fruto da redução das taxas de juro do Banco Central Europeu. Aliás, por que não ver a evolução das taxas de juro EURIBOR?

Se as taxas de juro são mais baixas torna-se mais barato ter acesso ao dinheiro… logo, é possível poupar dinheiro nos créditos antigos bem como nos novos créditos. Mas como?

Como Poupar Dinheiro no Seu Crédito?

Se tem um crédito feito há alguns anos atrás é possível reduzir as suas mensalidades. Apresentamos-lhe algumas ideias úteis:

  • Crédito Habitação – Os bancos estão a baixar os spreads, um movimento semelhante à queda das taxas EURIBOR (como referido anteriormente). Deste modo, é possível negociar com o seu banco uma redução de spread ou, em alternativa, transferir o seu crédito habitação para um banco que o respeita mais.
  • Crédito Pessoal – É possível pedir um crédito pessoal para liquidar outro (ou outros créditos). Na Reorganiza somos muito adeptos do crédito consolidado que consiste, na prática, em pedir um crédito novo para pagar vários créditos antigos. Deste modo, baixa a prestação por intermédio da redução da taxa de juro e, possivelmente, do aumento do prazo (cuidado com esta última possibilidade).
  • Cartão de Crédito – Se reparar a taxa aplicada no seu cartão de crédito, se o fez há vários anos, deverá ser superior a 30%. Isto acontece porque os bancos apenas são forçados a baixar as taxas de usura nos novos contratos… logo, os contratos antigos mantêm a mesma taxa do inicio. Por que não contactar o seu banco e exigir que a taxa seja revista? Em alternativa, peça um novo cartão e use o plafond para liquidar o cartão antigo.

E Quais os Riscos Destas Estratégias?

As estratégias apresentadas podem ter alguns riscos e custos associados. Daí os nossos sucessivos alertas para que analise com cautela os custos, as comissões e tenha sempre em conta o seu orçamento familiar. A nova prestação irá ser mais baixa por efeito da taxa de juro. No entanto, é preciso perceber se o aumento do prazo será ou não prejudicial. Nunca se esqueça que quanto mais tempo demorar a pagar o crédito, mais juros irá pagar…

Simule o Seu Caso Concreto

Se quiser ver quanto irá conseguir poupar todos os meses com um novo crédito pessoal deverá utilizar o simulador de crédito pessoal da Reorganiza. Tenha em atenção que os valores apresentados são indicativos, pelo que será contactado para afinara simulação com a sua realidade específica. Nunca se esqueça, ainda, que a Reorganiza e os seus parceiros não cobram quaisquer custos de análise, de avaliação ou de dossier!



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros