Cartões de Crédito – Perigos e Riscos de Utilização

Crédito

Cartões de Crédito – Perigos e Riscos de Utilização

2 min Partilhar 22 de Fevereiro, 2016

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
cartão de crédito

Apesar de poderem ser bons instrumentos de gestão de finanças pessoais, os cartões de crédito podem levar à ruina financeira. Não é por acaso que muitos dos problemas financeiros graves que tratamos na Reorganiza têm associado pelo menos dois a três cartões de crédito. Infelizmente, o desespero financeiro leva muitas pessoas a utilizarem um cartão de crédito para pagar a prestação de outro cartão… e entramos aqui numa espiral de sobreendividamento.

Um Lobo Em Pele de Cordeiro

Os cartões de crédito são vendidos alertando para as grandes potencialidades que têm associado. Desde seguros (que acabam por ser muito interessantes mas desconhecidos), a milhas para viagens, a descontos em compras e a algo realmente interessante que são os períodos de créditos sem juros. Tudo “vantagens” que servem para embelezar algo que pode ser realmente perigoso para as suas finanças pessoais

Taxas de Juro Muito Elevadas

A primeira grande desvantagem dos cartões de crédito é a sua taxa de juro. Do total de créditos disponíveis no mercado, as taxas dos cartões de crédito são as mais elevadas do mercado. Se no crédito habitação a taxa é atualmente de 2%, nos cartões de crédito ronda os 15%… nos cartões de crédito seja quase aos 20%. Ou seja, em perto de 5 anos dobraria o valor em dívida.

Cuidado Com As Comissões

Uma segunda desvantagem dos cartões de crédito (comum a outros produtos) é o peso das comissões e encargos. Sugerimos que esteja muito atento a esta rúbrica pois as instituições financeiras estão muito voltadas para cobrar estes valores, sendo comum alterarem as regras a meio do jogo. Do rol de comissões, chamamos a atenção para as comissões associadas ao levantamento de dinheiro a crédito (conhecido como cash advance). Pode ser cómodo… mas por ser cómodo tem uma comissão realmente penalizadora.

Cuidado Com o Consumismo

Os cartões de crédito são uma das faces visíveis do consumismo. Não queremos com isto dizer que todas as pessoas que utilizam o cartão de crédito são consumistas e muito menos que todas as compras feitas são desnecessárias ou superficiais. No entanto, as famílias têm tipicamente capacidade financeira para fazer face às principais despesas essenciais às suas vidas. Quando aparecem outras despesas e depois de esgotado o dinheiro nas despesas essenciais… vem o cartão de crédito para ajudar.

A compra com recurso a cartões (seja de crédito ou mesmo de débito) tem o condão de “desmaterializar” as compras. Ou seja, quem compra tem uma sensação menos incómoda pois não tem de entregar dinheiro. Dizem alguns estudos que as compras com cartão de crédito levam a gastos em mais de 10%-15% superiores a quem compra com dinheiro. Se quer começar a poupar, por que não tentar fazer as compras a dinheiro?

Precisa Mesmo De Um Cartão de Crédito?

Ter um cartão de crédito na carteira é um incentivo ou uma tentação forte. Deste modo, caso veja interesse em ter um destes cartões (talvez porque tenha contratado um no seguimento do seu crédito habitação) por que não deixá-lo em casa? Se tem uma despesa urgente e prioritária terá certamente tempo para ir a casa e, com calma, decidir se a compra faz ou não faz sentido. Se é ou não prioritária e urgente. Tem mais do que um cartão de crédito? Que tal acabar com um deles e guardar apenas o que tem a taxa de juro e as comissões mais reduzidas?



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros