Taxa Fixa No Crédito Habitação?

Crédito

Taxa Fixa No Crédito Habitação?

3 min Partilhar 12 de Janeiro, 2021

Search
Generic filters
Exact matches only

Temos vindo a escrever sobre crédito habitação, procurando alertar para o potencial de poupança da negociação de diferentes propostas antes de comprar a sua casa. Neste artigo, iremos focar a sua atenção na taxa de juro do crédito habitação, deixando alguns alertar e sugestões.

Crédito Habitação – Taxa Fixa ou Taxa Variável?

A escolha entre taxa fixa e taxa variável irá depender do seu desejo de estabilidade. Por norma, quem procura a taxa fixa privilegia uma prestação sempre igual. Não quer incertezas nem surpresas negativas. Naturalmente que ao fixar a taxa de juro irá ter de “pagar” por isso. Na prática, este “pagamento” consiste numa taxa de juro mais elevada no curto prazo, pois as taxas de longo prazo são superiores às taxas de curto prazo. Logo, estará a suportar uma prestação superior nos primeiros anos para garantir que nos últimos a prestação será inferior.

Nos dias que correm, já existem soluções de taxa fixa bastante competitivas. O motivo é simples. A situação económica na Europa não é famosa, pelo que as indicações que temos é que deveremos manter-nos num ambiente de taxas baixas durante mais uns anos. E isso é bom para quem tem crédito (mas por que não aproveitar a baixa da taxa de juro para poupar algum dinheiro extra?).

Com o eclodir da pandemia do Covid-19 é natural que se reforce o movimento de queda das taxas de juro EURIBOR, o que aliás tem acontecido. As medidas de estímulo económico vão inundar as economias de dinheiro, que vai perder valor. Por outras palavras, como temos defendido, deveremos assistir à manutenção das taxas de juro a níveis muito baixos.

Taxa Fixa no Crédito Habitação

A solução de taxa fixa no crédito habitação é uma solução que tem vindo a crescer em popularidade, especialmente porque a diferença de prestação entre taxa fixa e taxa variável é mais baixa em ambientes de taxas como os que vivemos. Saiba, também, que a concorrência da banca se deverá centrar nos próximos tempos em soluções de taxa fixa, pelo que será de esperar uma redução das taxas cobradas para prazos mais longos. Neste contexto, o banco estará na disposição de perder alguma margem para aumentar a probabilidade de não perder o cliente (como saberá, mudar um crédito de taxa fixa implica uma penalização de 2%, ao passo que o crédito de taxa variável tem uma penalização de 0.5% que pode ser coberta pelo banco de destino).

Atualmente é possível contratar crédito habitação taxa fixa com taxas perto de 1.4% a 1.5% (para prazos mais curtos conseguirá taxas inferiores). O melhor é que poderá ter esta taxa e consequentemente a mesma prestação durante 30 anos. Por outro lado, para clientes com taxas de esforço mais elevadas e podendo parecer contraintuitivo, é mais fácil aprovar créditos a taxa fixa do que a taxa variável.

Tenha Atenção aos Produtos que Contrata para Baixar o Spread

Muitas famílias são confrontadas com uma oferta comercial vasta para possibilitar baixar o spread do seu crédito habitação. Na prática, em troca de algumas décimas de desconto no spread acabam por contratar diversos produtos que no final irão encarecer a prestação. Para facilitar a comparação de diferentes propostas deverá analisar a TAEG, que é a taxa que torna comparáveis os custos dos diferentes produtos. Por exemplo, acontece muitas vezes baixarmos €5 por mês pela redução do spread mas depois pagarmos mais €30-€40 no prémio do seguro de vida.

Se tiver de contratar produtos para garantir uma redução do spread, sugerimos que privilegie produtos de poupança. Na prática, acaba por “desviar” a poupança no spread para um produto de poupança. Acumula património que poderá utilizar no futuro e em situação de emergências. Se falarmos de contas poupança como PPR terá ainda benefícios fiscais que no final do ano poderão representar mais alguns euros de poupança.

Tenha em Atenção o Seguro de Vida do Crédito

Um dos produtos onde os bancos conseguem obter um retorno bastante interessante é o seguro de vida crédito habitação. Na prática, ao contratar o crédito acabamos por não ter em atenção este custo. Infelizmente, com o passar do tempo, o prémio do seguro irá aumentar significativamente. Aliás, conhecemos diversas pessoas que pagam mais de seguro de vida do que pagam de prestação. A estas pessoas sugerimos sempre que procurem negociar o prémio de seguro pois é possível poupar muito dinheiro.

Utilize um Simulador de Crédito Habitação… Mas Tenha Cautela

Para ter o spread mais baixo no crédito habitação deverá procurar simular diversas alternativas. Existem diferentes simuladores que lhe indicam quanto irá pagar naquele banco. A Reorganiza opta por ajudar os seus leitores analisando o seu caso específico e submeter os pedidos de crédito ao banco que é mais adequado para cada caso concreto. Adicionalmente, fazemos a negociação do spread e dos produtos associados ao crédito, procurando baixar ao máximo o custo para os nossos clientes. Por que não pedir a nossa opinião? O processo não tem qualquer custo para si…



Comments (2)
  1. Filipe Ferreira. Reply

    Boa tarde;
    taxa fixa com taxas perto de 1.4% a 1.5%. (Gostava de saber em que banco, simulei em vários e taxa fixa é tudo acima de 1.7%)

    1. João Barbosa Reply

      Olá Filipe

      Muito obrigado pelo seu comentário.

      A vantagem de trabalhar com a Reorganiza é que pode ter acesso a créditos com taxas mais interessantes do que as que ficam disponibilizadas para a generalidade dos clientes.

      Naturalmente que o valor da taxa depende também do prazo. Dito isto, recomendamos que preencha o simulador da Reorganiza e fale com um consultor especializado.

      Cumprimentos


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro