Deduções à Coleta de IRS de 2015

0
112
IRS para 2018

Neste artigo vamos fazer-lhe um resumo das principais rúbricas onde poderá reduzir um pouco a sua carga fiscal quando fizer a sua declaração de rendimentos do ano 2015. Deverá ter em atenção que as despesas deverão ter sido validadas no portal E-Fatura sendo a sua grande maioria já pré-preenchida na sua declaração online.

Se ainda não fez a validação faça e se ainda não atingiu os tetos máximos de dedução sugerimos que reforce o seu esforço de recolha de faturas com número de contribuinte. Por último, não se esqueça de pedir os dados de acesso dos seus dependentes para que possa validar as faturas com o número de contribuinte dos seus filhos (por exemplo, despesas de educação), por exemplo.

Principais Despesas Dedutíveis à Coleta de IRS

  • 35% das despesas tipificadas como despesas gerais familiares, como sendo despesas de alimentação e supermercado, despesas de vestuário, combustível ou outros serviços utilitários. De notar que o limite máximo de dedução é de €250 por sujeito passivo, o que representa um valor de despesas de €715 por sujeito passivo;
  • 30% de despesas de educação com um valor máximo dedutível de €800;
  • 15% de despesas de saúde com um valor máximo dedutível de €1.000;
  • 15% de despesas com rendas da sua habitação própria, com limite de €502 para arrendamento e €296 para juros de crédito habitação;
  • 25% de despesas com lares de 3º idade, com um valor máximo dedutível de €403.75;
  • 15% do valor do IVA suportado em alguns setores de atividade (aqueles conhecidos como os mais propícios à fuga ao fisco) como sendo a restauração, os cabeleireiros, a reparação de automóveis ou a construção civil. O valor máximo a deduzir é de €250.

Limites às Deduções à Coleta:

Naturalmente que os valores máximos de dedução irão depender do seu escalão de rendimentos. Assim, tendo em consideração o rendimento anual:

  • Até €7.000 – Sem limite de dedução;
  • Até €20.000 – Entre €2.233 e €2.500;
  • Até €40.000 – Entre €1.822 e €2.233;
  • Até €80.000 – Entre €1.000 e €1.822.

Infelizmente, o Brutal aumento de impostos que assistimos nos últimos anos irá manter-se. Não vai mudar com o novo Governo e irá persistir até que as contas do Estado estejam em ordem (para sempre?). No entanto, todos temos de jogar com as regras e procurar aumentar a recuperação do imposto.

Avalie este artigo

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de