O que são Recibos Verdes?

Fiscalidade Glossário Financeiro

O que são Recibos Verdes?

2 min Partilhar 31 de Julho, 2018

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type



Recibos verdes

Em Portugal são perto de 800.000 os trabalhadores que passam recibos verdes. Todos os meses! Podemos falar de uma autêntica “praga nacional” dada a relação pouco equilibrada entre os direitos e os deveres associados a esta relação laboral. Aliás, muitos destes trabalhadores são falsos recibos verdes!

Aprofundemos um Pouco Sobre o que são os Recibos Verdes:

O termo “recibo verde” é uma denominação comum e genérica para falar de trabalhadores independentes. Por outras palavras, são trabalhadores que não têm uma hierarquia formal devendo ter autonomia para desempenhar o serviço que lhes foi contratado. Colaboram com a empresa mas não são seus empregados, pelo menos no que diz respeito à conceção jurídica do termo.

O que Interessa são os Resultados (será?)

O trabalhador a recibos verdes deverá gozar de autonomia para o exercício das funções que lhe foram contratados, tendo de garantir os resultados e o sucesso do serviço que lhe foi prestado. Na realidade, a entidade que contratou o serviço não tem o poder de direção ou mesmo o poder disciplinar sobre o prestador de serviço. Só lhe interessaria o resultado, desde que cumpridas algumas regras contratuais definidas previamente.

Sendo Trabalhador a Recibos Verdes, Tem Direito a Férias e Apoios Sociais?

Infelizmente, os benefícios sociais dos trabalhadores a recibos verdes são muito reduzidos. Na prática, o trabalhador não tem grandes apoios sociais, uma vez que a empresa não paga a Taxa Social Única (TSU) de 23.75%. Ou seja, a empresa beneficia de um trabalhador a um custo tendencialmente mais baixo, trabalhador esse que tenderá a ter uma dedicação profissional superior à de um trabalhador contratado (tem mais incentivos, uma vez que a manutenção do seu vínculo laboral está mais dependente do sucesso do seu trabalho).

O Que Preciso Fazer Para Passar Recibos Verdes?

Para poder iniciar a sua atividade como trabalhador independente, deverá dirigir-se ao serviço de finanças e pedir a sua inscrição em determinada atividade (cada atividade tem um CAE). Poderá fazê-lo, também, através do seu portal das finanças na sua área pessoal.
No momento do registo deverá identificar-se (com o cartão de cidadão e como o NIF) e entregar um comprovativo do seu NIB. Terá também de fazer a classificação da atividade económica (CAE) onde se irá inserir e entregar uma estimativa do volume de negócios mensal.

Bem-vindo ao Mundo dos Trabalhadores Independentes!

É trabalhador independente? Conte-nos a sua experiência. Tem vantagens? E as desvantagens?



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros