Seguro de animais de estimação – Vale a pena?

0
808

Os animais de estimação são companheiros muito importantes. Eles não se esquecem de nós e nós não nos devemos esquecer deles. Caso haja alguma doença devemos estar preparados e por isso é bom pensar na possível necessidade de um seguro.

Será que vale a pena obter um seguro para o seu animal de estimação? Neste artigo vamos tentar ajudá-lo a decidir. Esta decisão depende de vários fatores que deve ponderar.

Ter em atenção aos planos de seguro para animais

Este ponto é muito importante. Qual é o plano de seguro? Inclui ofertas que eu nunca irei precisar? Ou não inclui praticamente nada do que eu em princípio irei precisar? Estes dois cenários são desvantajosos e devemos procurar um plano que não passe por um destes dois. Supondo que o seu cão tenha uma problema hereditário, o plano de seguro tem de incluir esta situação!

O seguro tem de encaixar como uma luva ao nosso caso. Por fim, atenção aos planos de seguro que não cobrem um sinistro a partir de certa idade do animal. Deve ler tudo!

Analisar a probabilidade de ter de ativar o seguro para animais

Este conselho seria o mais útil se não fosse inútil em muitos casos. Isto significa que se conseguirmos avaliar, mais ou menos, a probabilidade de vir a ativar o seguro, este conselho é muito útil. Se não o conseguirmos fazer como acontece em alguns casos, este conselho é inútil.

Imagine que vai ao médico veterinário e ele diz lhe que, nos próximos 5 anos há uma probabilidade de 20% do seu cão contrair a doença X. Aí consegue calcular quanto custa a probabilidade de pagar sem seguro e comparar com o próprio custo do seguro. Assim saberá se vale a pena fazer um seguro ou não.

Possíveis vantagens interiores

E a paz que um seguro traz?
De facto é algo que não consideramos, mas também conta e em alguns casos pode contar muito! Pode existir franquia, nenhuma parte do seguro ser reembolsável, ser uma prestação mensal alta…pode acontecer tudo isto e mesmo assim valer a pena fazer um seguro, visto que a certeza de não se ter que preocupar com nada traz uma paz de espírito que vale muito.

Considerar outras opções

Existem outras opções para além de comprar um seguro e não se deve ignorá-las. Se achar que há pouca probabilidade do seu animal de estimação precisar de ajuda médica, então pode optar pela solução de poupança. As contas-poupança têm inumeros propósitos e este pode ser um deles. Existe a hipótese de poupar em vez de comprar um seguro.

Por último, conheça o que a Reorganiza faz através da renegociação de crédito, crédito consolidado, crédito habitação, e mediação de seguros.

COMPARTILHAR
Artigo anterior5 movimentos financeiros que irão melhorar a sua vida
Próximo artigoOnde trocar os vouchers dos livros escolares e outras dicas de poupança
Luís Cavaleiro Ferreira
O Luís é uma das novas promessas do Grupo Reorganiza. Estudou no Colégio Militar onde desenvolveu o gosto pelo desporto e o seu carácter. Foi depois para a Universidade Católica e ainda passou pelo Seminário de Caparide. Tem um grande gosto por perceber a origem dos problemas e das suas soluções e o seu lado humano dá-lhe uma grande sensibilidade para os problemas das pessoas, que procura solucionar.

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de