Seguro de Saúde – Vantagens e desvantagens

Seguros

Seguro de Saúde – Vantagens e desvantagens

4 min Partilhar 16 de Dezembro, 2014

Search
Generic filters
Exact matches only
seguro de saúde

Quando se fala em seguros de saúde a generalidade das pessoas reconhece o seu valor. No entanto, os seguros costumam ser vistos como um custo demasiado elevado para os benefícios que podem proporcionar. Esta percepção imperfeita do seguro de saúde acontece porque a generalidade das pessoas considera que são saudáveis e que irão estar a gastar dinheiro desnecessariamente.

A verdade é que todos nós mais, tarde ou mais cedo, iremos ter um azar na vida e iremos lembrar-nos dos euros que decidimos poupar em não contratar um seguro como uma das piores decisões que efetuamos.

Pagar diversos prémios de seguros anualmente é, do meu ponto de vista, um mau investimento. Daí que faça sentido analisar a sua carteira de seguros como um todo. Dito isto, prefiro estar durante toda a vida a errar do que  a beneficiar deles. Todavia, sei que se algo acontecer, terei cuidados de saúde melhores e mais rápidos do que as pessoas que não possuem seguros. Deixarei as pessoas que mais gosto com todas as condições para possuírem um vida razoável através do meu seguro de vida e não precisarei de me preocupar com os meus bens móveis ou imóveis pois estes também possuem proteção adequada.

Isto custa-me dinheiro? Sim custa, mas quanto dinheiro gastamos mensalmente sem qualquer beneficio de longo prazo para nós? Em quantas coisas podemos poupar que permitem pagar diversos seguros.

Vantagens dos Seguros de Saúde

cuidados de saúde

1# Independência

Um seguro de saúde é uma porta para um serviço generalizado em cuidados de saúde. Quem possui um seguro de saúde está menos dependente dos serviços públicos de saúde, pois tem acesso a redes privadas de cuidados de saúde, onde médicos, hospitais, clínicas e centros de diagnósticos estão disponíveis para o atender.

2# Liberdade de escolha

É certo que muitos seguros de saúde possuem redes privadas próprias de saúde onde apenas nessas redes pode ser utilizado o seguro. No entanto, muitos outros seguros permitem que o seu detentor escolha o médico, o hospital ou a clínica onde deseja ser atendido sem se preocupar se possui acordo ou não com o seguro.  Nestes casos, basta enviar o recibo da despesa para o seguro e será reembolsado na proporção contratualmente estipulada.

3# 24 horas por dia

Esta independência é acompanhada por um serviço 24 horas, onde existe sempre alguém qualificado para lhe prestar esclarecimentos.

4# Tempo de espera

Os detentores de seguros de saúde beneficiam de rapidez na marcação de consultas ou internamentos, quando comparados com os utentes do serviço público.

5# Benefícios extra

É normal os seguros de saúde possuírem coberturas extra que melhoram a proteção da pessoa segura, como por exemplo, apoio domiciliário, medicamentos ao domicilio, opinião internacional, melhores clínicas do mundo e até desconto em parceiros de bem-estar.

Desvantagens do Seguro de Saúde

Seguros

6# Custo

Definitivamente esta é a maior desvantagem dos seguros de saúde. O preço de um seguro de saúde pode variar entre 10 e centenas de euros por mês. Tudo depende das coberturas que pretende contratar. Um seguro de saúde com coberturas razoáveis, como por exemplo, hospitalização, consultas, parto e estomatologia, pode custar qualquer coisa como 30 euros por mês a qualquer pessoa com menos de 30 anos.

7# Carência

Quando o custo não é problema surge então os períodos de carência do seguro. Ninguém gosta de pagar hoje para beneficiar daqui a 3, 6 ou 12 meses. Se paga hoje quer beneficiar agora. Nos seguros de saúde existem períodos de carência e a generalidade dos seguros só permite que comecem a beneficiar de algumas coberturas após 3 meses do início do contrato.

8# Franquia

Alguns seguros de saúde possuem franquias, ou seja, pagamento adicional para beneficiar do seguro. A existência deste tipo de encargos desencoraja a contratação do seguro de saúde, pois quem pretende um seguro de saúde e vai pagar todos os meses quer ter os serviços gratuitos quando vai beneficiar deles e não deseja pagar para usufruir dos benefícios.

9# Co-pagamento

Existe co-pagamentos sempre que utiliza o seguro de saúde. Um co-pagamento é a percentagem ou a parte do custo do serviço que fica a cargo da pessoa segura. Por vezes estes valores são significativos e reduzem as vantagens do seguro.

10# Exclusões

Muitas das doenças não estão cobertas, como por exemplo, as doenças de foro psicológico muito populares nos nossos dias. De igual modo, doenças já existentes também são excluídas pelos seguros de saúde.

11# Comparticipações Fora da Rede

Muitas pessoas possuem um ou vários médicos de eleição e não estão dispostas a trocar por nada deste mundo. Quando o médico não possui acordo com o seguro de saúde a comparticipação nas despesas com o médico podem ser baixas. Nestes casos, convêm ver se a comparticipação é significativa para que o seguro seja vantajoso. Em média fica a cargo da seguradora entre 20 e 60% do custo com atos médicos fora da rede.

Para saber mais informações entre em contacto com os nossos consultores e tire as suas dúvidas. Poderá contactar-nos diretamente para 969 502 473, 912 001 075 ou seguros@reorganiza.pt



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro