Vantangens e Desvantagens do Leasing

10
31959
Leasing

Hoje vamos abordar as vantagens e desvantagens do leasing. Na realidade, o leasing não passa de um simples contrato de aluguer, com a opção de compra no final por um valor residual que será antecipadamente determinado e acordado entre as partes envolvidas.

Por incrível que pareça, onde compra o bem pouco interfere na desenvolver do processo de locação financeira, arriscando-me mesmo a dizer que com excepção do preço do bem, em nada influenciam a concretização do negócio via leasing. Na verdade, é a empresa financeira, ou o banco, que em linguagem corrente, se substitui ao comprador para adquirir o bem junto do vendedor.

Tendo claro, estes itens é óbvio que vantagens e desvantagens existem para o cliente bancário, as quais iremos enumerar seguidamente.

Vantagens do Leasing

  • Financiamento até 100% do bem a adquirir com todos os encargos legais incluídos;
  • Rapidez na resposta e na contratação;
  • Possibilidade de negociar o bem adquirir como se de uma compra a pronto se trata-se;
  • Possibilidade de optar pela compra do bem ou renovar por novo no fim do contrato;
  • Isenção de imposto selo na comissão de abertura e juros do leasing;
  • Juros geralmente menores do que outras opções de financiamento;
  • Benefícios Fiscais para empresas;

Desvantagens dos Contratos de Leasing

  • Não fornece o direito de propriedade ao comprador enquanto este não liquidar na totalidade as responsabilidades do leasing;
  • Comissões geralmente mais elevadas que outros tipos de financiamento caso pretenda pela liquidação total do leasing antecipadamente;
  • No caso de leasing automóvel necessita de fazer seguro contra danos próprios durante todo o período contratual;

Dicas e Outras Recomendações

Actualmente o leasing é certamente uma das opções de financiamento mais solicitadas não só por empresas como igualmente por clientes particulares relativamente à compra de automóvel. O leasing é assim a opção mais rápida, simples e vantajosa para o cliente bancário, especialmente se o facto de a propriedade do bem não pertencer ao titular do leasing não causar qualquer incomodo.

No entanto, apesar da enorme facilidade em contratar um financiamento, a verdadeira poupança está na negociação do preço de aquisição do bem por parte do comprador (cliente), assim sendo, deverá consultar diversos fornecedores e negociar com eficácia.

Os mesmos fornecedores, actualmente já possuem o sistema de leasing próprio através das próprias financeiras e na generalidade das vezes oferecem melhores condições que os próprios bancos. Tendo presente esta possibilidade, deverá solicitar junto de todos os fornecedores propostas de leasing, mas deverá ter a preocupação de todas as propostas manterem as mesmas condições, para que a comparação seja possível.

Seguidamente, deverá consultar os bancos por propostas de leasing  e comparar todas no que toca aos:

  • Juros – indexante e spread;
  • Custos com a contratação;
  • Custos com o processamento;
  • Custos com pagamentos antecipados,
  • Custos com atrasos de pagamento;
  • Custos com eventuais seguros exigíveis;
  • Entre outros.

Para finalizar, a melhor dica  de todas é o simples facto de, se não possuir possibilidades de adquirir o bem sem recurso ao crédito, tenha pelo menos 10 a 30% do montante necessário para entrada inicial.

O simples facto de possuir uma entrada inicial irá permitir uma poupança considerável nos juros e ainda facilitar o acesso a este tipo de financiamento. No que toca à decisão da concessão do financiamento, a existência de uma entrada inicial facilita a tomada de decisão favorável e a determinação de melhores taxas de juro e condições.

O Leasing é Melhor do que o Crédito Pessoal?

O Leasing é uma alternativa semelhante ao financiamento através de crédito pessoal. Na prática, quem pede um crédito pessoal está a comprar de imediato o seu produto. Quem pede um leasing estará a pagar uma renda, paga o IVA às prestações e só no final do contrato fica com o produto adquirido.

Se tem atualmente uma simulação da sua prestação mensal com o leasing e pretende comparar a prestação que pagaria com um crédito pessoal pode utilizar o simulador de crédito pessoal da Reorganiza e perceber qual seria a alternativa mais barata. Em alternativa, veja a alternativa do crédito automóvel.

Avalie este artigo

10
Deixe um comentário

avatar
6 Comentar tópicos
4 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
7 Autores de comentários
FERNANDOJoão Morais BarbosaJoão Morais Barbosajose rebiscoJoão Autores recentes de comentários
  subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
victor bento
Visitante
victor bento

Boas, no caso da intenção de compra de uma máquina agricola a leasing é viavel??
Pagamento em 83 mensalidades.
Todos os encargos e despesas inerentes a este crédito tais como seguros, despesas de processo e de cobrança estão incluidos ??
Não se paga mais nada em cima da mensalidade??
Obrigado

Alexandro
Visitante
Alexandro

Peço a gentileza esclarecer a o que significa a opção de devolver o bem, no ato do pagamento da ultima parcela. Possuo um veiculo financiado pela modalidade leasing.

Obrigado

João
Visitante
João

Olá Alexandro,
Refiro ao valor residual. O valor que terá de pagar no final do contrato para registar o bem em seu nome e retirar o nome da locadora.
Cumprimentos,
João

jose rebisco
Visitante
jose rebisco

gostaria de saber se num contrato de leasing normal os impostos fiscais assim como o selo anual e inspeção da viatura se são da responsabilidade do cliente ou do banco .
gostaria se pode-se que me respondesse a essa pergunta ok
obrido e aguardo uma resposta

admin
Visitante
admin

Boa tarde José

Por norma todos os custos ficam a cargo do cliente.

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Boa Tarde.
Devido a situação de desemprego e instabilidade financeira em 2009, a única solução foi a insolvência. No entanto ainda impossibilitado de comprar carro (para uso particular/profissional) através de um simples crédito, mesmo já estando com situação estável. A minha pergunta é: Posso fazer um género de Renting/Leasing de Longa duração 48,60…meses? Ou também estou impossibilitado?

João Morais Barbosa
Admin
João Morais Barbosa

Boa tarde
A situação de insolvência implica a impossibilidade de ter novos créditos durante o período de pelo menos 5 anos. Tem muitas vantagens (como o possível perdão de dívida) mas tem também a obrigatoriedade de se cumprir com um conjunto de regras de modo a conseguir “reabilitar” o cidadão e a ajudá-lo de forma assertiva a voltar a uma saudável vida financeira.
Assim sendo, é natural que impossibilite todo o tipo de créditos.
Cumprimentos
João

Fernando
Visitante
Fernando

Olá Sr. João,
A questão do Renting (Aluguer de longa duração e não compra) também é considerada um crédito?

Cumprimentos

João Morais Barbosa
Admin
João Morais Barbosa

Bom dia

Estando em insolvência a preocupação não deveria ser fazer novos créditos, comprar automóveis ou efetuar outras compras desta natureza. Não se esqueça que a gestão do seu dinheiro terá de ser realizada com a comunicação com o seu gestor de processo que certamente não aprovará algo desta natureza.

O período de insolvência deverá ser um produto em que se procura voltar a ganhar as rédeas da nossa vida financeira. Mesmo que seja muito importante fazermos certas compras…

Quaisquer dúvidas desta natureza poderão ser esclarecidas com o seu gestor de processo que será a pessoa mais habilitada a ajudá-lo.

Cumprimentos

FERNANDO
Visitante
FERNANDO

Boa tarde, Sr. João
Sim iria sempre comunicar, como é minha obrigação, ao administrador de insolvência. Mas note-se que eu não quero adquirir carro, mas sim alugar.

Com os meus cumprimentos.