Finanças Pessoais | Tempo, Disciplina e Paciência

É incrível como a maioria das pessoas todos os dias se justificam com a falta de tempo para organizar as suas finanças pessoais. Muitos afirmam mesmo que não possuem paciência para perder 30 minutos por dia a registar de todas as despesas efectuadas. Bem são simples registos do que se gastou nas diversas categorias de gastos. Não me parece difícil!

Ironia é, quando sabemos que pessoas bem formadas com conhecimentos profundos de finanças possuem as suas finanças pessoais totalmente desorganizadas, vivendo constantemente problemas com créditos, principalmente com os cartões de crédito. A ironia aumenta quando essas pessoas são responsáveis por departamentos financeiros de empresas sólidas e com contas contabilísticas organizadas e optimizadas.

Saindo desta minoria de pessoas, pensamos na maioria das pessoas que consegue, pormenorizadamente efetuar um plano para umas férias de sonho ou para a compra de um carro. Procurando ativamente pelas melhores oportunidades ao melhor preço e com o menor risco, no entanto, possuem dificuldades enormes em planear a educação dos filhos, a entrada para compra de uma casa ou até mesmo planear a reforma.

Bem, não se ofendam, mas por vezes vale a pena falar em voz alta

“É O VOSSO DINHEIRO”.

Será que não possuem tempo, disciplina e paciência para o vosso dinheiro?

Tempo e as Finanças Pessoais

Tempo em finanças Pessoais

Não se pede muito, solicita-se apenas que tudo tenha uma meta temporal. Que a cada passo ou contribuição seja possível ver a recompensa no futuro. Por exemplo, se decide planear a educação dos seus filhos, terá que dispender tempo agora e planear com base no tempo a concretização do objectivo. Se daqui a 10 anos irá necessitar de 20.000 euros para suportar e proporcionar os estudos ao seu filho então terá que começar hoje a encontrar onde pode poupar aproximadamente 165 euros por mês, sem considerar juros e o efeito inflação.

De igual modo, se pretende ficar numa posição confortável financeiramente e para isso necessita de 2.000 euros num fundo de emergência com total liquidez, então necessita de nos próximos 10 meses poupar 200 euros por mês.

O tempo que demora a planear estes objectivos financeiros será pouco mais do que uma hora, no entanto, o tempo que dispenderá para os concretizar depende dos minutos diários gastos na organização das suas finanças pessoais e controlo do seu orçamento mensal.

A regra é simples, viver de acordo com as nossas posses sempre com o objectivo de possuir uma situação liquida positiva a cada final do mês.

Disciplina e as Finanças Pessoais

Disciplina é ouro nos dias de hoje. Saber exatamente o valor do dinheiro para cada um de nós é fundamental. Saber conduzir a nossa vida financeira baseada em escolhas que trazem valor para o futuro é procedimento básico.

Os mais distraídos e com maiores dificuldades em organizar as suas finanças pessoais podem sempre automatizar tal qual explicamos nos nosso mini guia para poupar dinheiro. A automatização garante uma das regras básicas em finanças pessoais, pague primeiro a sí próprio, garantindo desde do inicio do mês que todas as contribuições para objectivos programados serão satisfeitas.

Existe um senão neste tipo de automatização, pois esta não é optimizada e cria o sentimento que depois de tudo pago e todas as contribuições efectuadas se sobrar dinheiro é para gastar. É aqui que todos os que possuem disciplina possuem melhores resultados. No entanto, não seja demasiado disciplinado, pois a vida também necessita de pequenos presentes para ser motivadora.

Paciência e as Finanças Pessoais

Finanças Pessoais

Um dos problemas das pessoas endividadas é o agora. Sempre que desejam algo, simplesmente recorrem ao financiamento para o satisfazer. Fazem contas relâmpago de cabeça e sentem que não irão possuir dificuldades em honrar com os seus compromissos.

São pessoas com pouco paciência no hora de comprar ou possuir seja o que for. É novamente irónico como estas pessoas sem paciência para planear uma compra desejada, conseguem ter paciência para pagar um crédito durante anos e por vezes um simples crédito automóvel ou eletrodomésticos.

Em finanças pessoais a paciência está aliada ao planeamento, à analise e tomada de decisão. Saber esperar é como saber ouvir. É fundamental para o sucesso financeiro.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro