Obrigadinho BCE – Taxas de Juro em Queda

Investir Poupar Dinheiro

Obrigadinho BCE – Taxas de Juro em Queda

2 min Partilhar 15 de Março, 2016

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type
moedas

Recentemente o Banco Central Europeu decidiu implementar novas medidas de estímulo económico. Estas medidas são muito orientadas para aumentar o empréstimo da banca às famílias e às empresas, através da redução das taxas de juro. Infelizmente, a queda das taxas de juro traz consigo um prejuízo às famílias aforradoras. Neste contexto, o que fazer às suas poupanças?

Habitue-se a taxas mais baixas (sem risco)

A primeira ideia que queremos deixar é que o ambiente de taxas de juro baixas está para ficar. Quer isto dizer que as aplicações tradicionais como os depósitos a prazo, os certificados de aforro, os PPR e outros produtos com capital garantido, irão manter taxas de juro muito próximas de zero. Assim, se não quiser assumir risco prepare-se para perder dinheiro, pois o retorno que vai obter será inferior à taxa de inflação.

Invista para o Longo Prazo

Se quiser obter rendimentos mais interessantes terá de assumir algum risco. E a melhor forma de gerir este risco consiste em olhar para o futuro. Pensar em investimentos com prazos mais alargados. Assim, apresentamos-lhe algumas ideias:

  • PPR – Os PPR são produtos com elevada atratividade fiscal a partir do primeiro dia de investimento. No entanto, a sugestão que apresentamos passa por subscrever PPR sem capital garantido de modo a poder obter rendimentos maiores. Sim. Tem algum risco. Mas se fizer entregas periódicas de montantes reduzidos estará a reduzir o seu risco ao mesmo tempo que acumula algum capital.
  • Imobiliário – Estamos a assistir a uma nova corrida ao imobiliário. Os investidores estão a olhar para a compra de casa para arrendamento como uma forma de obter retornos interessantes, podendo inclusivamente fazer este investimento com recurso ao crédito habitação (o que alavanca o retorno). Pense sempre que uma renda de €300 numa casa de €60.000 é uma taxa de 6% ao ano. Terá outros custos e despesas, mas sempre ganha mais do que zero.
  • Seguros de Capitalização – Os seguros de capitalização são produtos financeiros em forma de seguro de vida que têm o grande atrativo de possuírem uma taxa de imposto muito mais interessante do que os restantes produtos de investimento. Por norma têm o capital garantido e podem ter algumas comissões associadas, pelo que tem de fazer bem as contas.
  • Fundos de Investimento – Diversifique os seus riscos e escolha uma carteira de alguns fundos de investimento. Pode sempre comprar fundos de Obrigações, Fundos de Ações e outros ativos de modo a diversificar riscos e beneficiar do potencial de valorização de mercado de longo prazo.

Conclusão

Os próximos anos serão anos de grandes desafios para os mercados financeiros. Serão anos de incerteza e anos de reduzidas taxas de juro, quer para os créditos quer para as poupanças. Assim, terá de assumir algum risco se quiser obter níveis de retorno superiores à taxa de inflação.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Olá, sou o João, em que posso ajudar?

Outros