Perigos de ser Fiador

49
32879

Todos nós já ouvimos falar da figura de fiador nas operações de crédito e compreendemos claramente que esta figura não é mais do que um garantia adicional que beneficiará o banco no cumprimento de determinado crédito concedido a um seu cliente.

Qualquer pessoa pode ser fiador, desde que tenha situação financeira que o permita e não possua incidentes bancários. Nestes termos a figura de fiador popularizou-se e todos aceitavam e viam este ato como uma ajuda a um amigo ou familiar.

Todavia e na maioria dos casos ser fiador pode ser a pior decisão financeira que alguém pode tomar. Vejamos dois exemplos:

1º Exemplo:

Caso extremo: Devedor deixa de pagar e o fiador é chamado ao cumprimento da dívida.

2º Exemplo:

Maioria dos casos: Fiador demonstra que tudo é possível de ter, mesmo não existindo dinheiro para tal.

Reflexão

No primeiro exemplo, o caso mais extremo, ocorre o sentimento de arrependimento e de culpa por tal generosidade que compromete o património pessoal do fiador. Esta culpa é tão acentuada quanto a relação que possui com o devedor, pois se este não é familiar então ainda mais culpado se sentirá. Mesmo nos casos onde o devedor é familiar o fiador sente-se arrependido por não o ter alertado para os potenciais cenários que poderiam ocorrer.

O segundo exemplo, ocorre com maior frequência quando o devedor é familiar, como por exemplo um filho que decide comprar um carro. Nestes casos, o sinal passado pelos pais ao decidirem ser fiadores é exatamente que mesmo não havendo dinheiro é possível comprar o carro.

Este sinal compromete o futuro financeiro do filho pois este não saberá como efetuar esforços financeiros para adquirir o que deseja, deitando por terra, a gestão do orçamento individual, a correta aplicação dos rendimentos obtidos, o planeamento de compras de valor considerável e todas as outras tarefas essenciais para um futuro com liberdade financeira.

Com isto não quero dizer que a responsabilidade de cumprimento da divida que o filho irá obter não seja um incentivo à gestão das finanças pessoais. Todavia, o facto de o filho saber que possui a proteção dos Pais poderá diminuir o peso dessa responsabilidade.

Por que Motivos os Bancos Solicitam um Fiador?

Tal como referido anteriormente a solicitação de um fiador surge como garantia adicional ao cumprimento das responsabilidades do devedor. Assim sendo, se o banco necessita de uma garantia adicional é porque não confia plenamente na capacidade do devedor em cumprir com o serviço da divida ou o risco que irá assumir é considerável para conceder tal financiamento sem garantia.

Mesmo quando existe compra de casa com recurso ao crédito habitação poderá ocorrer a solicitação de uma garantia adicional ao registo da hipoteca a favor do banco. Nestes casos é evidente que o banco acredita que a situação dos futuros devedores poderá-se alterar em desfavor dele e assim solicita o fiador.

Nestes termos, podemos generalizar e dizer logo à partida que a solicitação de um fiador ocorre porque existe risco de incumprimento por parte do devedor e deitar por terra o pensamento que ocorre na maioria das vezes, ou seja, “Ele (devedor) conhece-me e somos amigos logo não vai deixar de pagar”.

Por isso é que menciono que deverá pensar duas vezes antes de ser fiador.

Quais os Deveres do Fiador

  • O fiador entrega o seu património para garantir a divida do devedor
  • É obrigado a responder junto do credor em caso de incumprimento do devedor;
  • Só é responsável após o património do devedor ser usado – Muitas vezes não acontece…

Quais os Direitos do Fiador

  • Tem o direito de pedir ao devedor o dinheiro que usou para pagar a sua divida. Mas se o devedor não consegue cumprir com o banco também não conseguirá com o fiador…

Existem Mais Riscos em ser Fiador

Não nos podemos apenas restringir ao anteriormente identificado, pois o risco de ser fiador é bem maior na medida em que, o não cumprimento junto do banco por parte do devedor, na maioria das vezes, leva o fiador a situações de incumprimento sem que tal seja desejado.

Um exemplo é o facto de enquanto o fiador não é contactado para resolução da divida junto do banco a informação é reportada no mapa de responsabilidades do Banco de Portugal, que ao atualizar o relatório de risco de crédito do devedor com anotações de incidentes também o do fiador será atualizado com as mesmas notações.

Assim sendo, o fiador também verá o seu relatório de crédito com incumprimento, sendo assim penalizado e rotulado como cliente de incidentes bancários.

Sem Fiador Muitas Vezes Não Há Crédito. E então?

Poderei concordar em parte, todavia, a responsabilidade de pedir crédito junto dos bancos tem que evoluir para um outro patamar, sendo que, o potencial devedor deverá avaliar se possui capacidades para pedir crédito (por exemplo, ter uma taxa de esforço razoável). O entendimento é simples e resume-se a transmitir que não se pode ter tudo o que se quer e que é necessário esforço para o alcançar.

Os bancos avaliam todas as variáveis do devedor, desde a estabilidade no emprego, a capacidade financeira, a movimentação da conta à ordem, o nível de cumprimento com outros créditos, a utilização do cartão de crédito e dos cheques, o esforço máximo mensal, entre outros.

Os mesmos bancos, hoje, solicitam seguros com vista a diminuir o risco da operação sendo que, em muitos casos, a garantia prestada é mais do que suficiente para o financiamento.

Pensem comigo: Se o banco solicita seguro de vida, seguro de desemprego, contribuição para plano de poupança (hoje em dia muitas pessoas estão a resgatar o seu PPR para fazer face aos pagamentos), domiciliação de ordenado e seguro do bem adquirir, porque exige um fiador?

Foi Fiador e Está com Problemas?

Infelizmente, muitas pessoas foram fiadoras de amigos ou de familiares e estão atualmente com problemas sérios nas mãos. Foram chamados a pagar as dívidas de outras pessoas e o seu orçamento familiar já não comporta mais esta prestação. Estão com graves dificuldades financeiras tudo porque decidiram ser amigas…

Para estas pessoas, a alternativa de negociação com o banco é a mais viável. É preciso chegar a acordo com as várias entidades bancárias para conseguir reduzir prestações enquanto não conseguir resolver tudo com a pessoa a quem foi fiador. A redução de prestações irá “comprar algum tempo” e pode ser a diferença entre pagar ou não pagar.

Avalie este artigo

49 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia a todos.
    Sou de opinião que, tendo o beneficiário da fiança bens imóveis, ninguém deve ser fiador quando existe uma cláusula que afasta expressamente o benefício de excussão prévia, independentemente de existir relação de parentesco entre fiador e devedor.
    Por maioria de razão na eventualidade do beneficiário da fiança não possuir bens imóveis.
    Não existindo a dita cláusula que afasta o benefício de excussão prévia, o caso já muda de figura, dado que deverá ter-se em conta o valor mutuado, a finalidade do mútuo…
    Regra: nunca ser fiador.
    Cumprimentos a todos.

    • Olá Manuel,
      Muito obrigado pelo seu comentário.
      Efectivamente sou da opinião que ser Fiador é um risco desnecessário que imensas pessoas insistem em correr.
      Sou defensor da sua regra: Nunca ser Fiador.
      Com os melhores cumprimentos,
      João

  2. BOA NOITE!
    FUI FIADORA DE UM SENHORA DE 72 ANOS N TENHO VINCULO FAMILIAR A MSM FALECEU O IMPRESTIMO ESTA PERTO DE ACABAR E EU N SABIA QUE A FILHA VINHA RECENBENDO O SALARIO DA MÃE INLEGALMENTE , ESTE MÊS FOI BLOQUEADO O PAGAMENTO DO SALARIO DA FALECIDA QUAL AS CONSEQUENCIAS PARA MIM ? LOGO QUE AINDA FALTAM 6 MESES PARA QUITAÇÃO DESTA FIANÇA?
    ME AJUDE PELO AMOR DE DEUS
    OBRIGADOOO

    • Olá Tânia,
      Se não existe qualquer outra garantia para pagamento do empréstimo e se a unica garantia do banco é a fiança que prestou, então este virá reclamar a divida junto da Tânia.
      Infelizmente não podemos ajudar muito nesta situação, mas aconselho-a a dirigir-se ao banco e solicitar esclarecimentos sobre o assunto determinando as implicações.
      Cumprimentos,
      João

  3. Olá João,

    Apesar de toda esta situação de instabilidade financeira penso em adquirir habitação própria e permanente. No entanto foi-me dito que independentemente do valor do empréstimo teria que ter fiadores, pois tenciono ser a única proponente. Isto é viável? Não existe meio de estando a casa que vou adquirir hipotecada ao banco ser a única a responder pela dívida? Já para não falar de todos os seguros que nos obrigam a contratar e que já cobrem uma série de situações adversas…
    Quanto às instituições financeiras, tem conhecimento de alguma que possa ser a mais vantajosa?

    Obrigada

    • Olá Marisa,

      Os bancos têm o hábito de solicitar reforço de garantias sempre que existe um único proponente no crédito, todavia, se não pretende incomodar terceiros deverá procurar outros bancos e mencionar a impossibilidade de fiadores caso sejam solicitados.
      Quanto à resposta independentemente do valor de crédito, não considere regra pois se o rácio financiamento garantia for favorável ao banco e a sua situação financeira for favorável então não vejo porquê não aceitarem o crédito.

      Cumprimentos,
      João

    • Olá Cleton,
      Caso o devedor não pague a divida e o fiador decidir pagar a divida terá que ver como o faz, pois se não existir documento comprovativo da intenção do devedor em saldar a divida perante o fiador, tem o fiador que esperar que o devedor tenha o bom senso de cumprir com o acordo.
      Assim sendo, o melhor é resolver com um advogado os procedimentos legais que obrigam o devedor a cumprir com o fiador.
      Cumprimentos,
      João

  4. boa noite
    fui avalista num credito habitaçao da minha irma na altura nao estavamos informados sobre o que isso realmente era nao estivemos presentes eu e a minha esposa na ecritura so assinamos umas folhas do banco e em nossa casa. As prestaçoes por vezes nao sao pagas no dia e recebemos cartas para pagar. Eu pergunto como pode ser possivel se eu tambem tenho um credito habitaçao e os nosso rendimentos nao sao grandes. Nao fomos bem informados e foi-nos dito pela minha irma que esta situaçao nao nos prejudicava e secalhar nem era preciso estar la o nosso nome afinal fomos enganados .o que devo fazer.Eu nao posso deixar de pagar as minhas obrigaçoes para pagar as dos outros.
    obrigado.

    • Olá João,
      Vá ao banco e peça informações sobre o seu aval e verifique se está tudo em conformidade e se o aval que prestou é efectivamente a um crédito habitação.
      Do conhecimento que possuo, deveria estar presente na escritura.

      Cumprimentos,
      João

  5. Existe a possibilidade, no caso do fiador solicitar empréstimos ou financiamento imobiliário, do banco ou outra instituição financeira não aprovar o crédito por eu ser fiador de uma outra pessoa?

    • Olá Rosaine,
      Não deverá ser fundamento a recusa do crédito por ser fiadora, mas sim, a sua capacidade para fazer face às suas responsabilidades.
      Ser fiador pode ser considerado como uma responsabilidade futura caso ocorra incumprimento. Os bancos mais rigorosos levam esta informação em conta, no entanto, não lhe dão o peso que menciona no seu comentário.
      Cumprimentos,

  6. Olá João vou comprar um carro e a minha sogra será fiadora ela e reformada e o meu sogro também meu sogro trabalha a mesma tira em torno de 1800€mês eles estão pagando a casa deles eu moro com eles pois são duas casas no mesmo terreno o que eu gostaria de saber e que se por acaso depois de assumir a divida se ela No entanto se ela quiser comprar um carro o facto de ser fiadora influenciara o credito pra ela mesmo no nome do marido?

    • Olá Felipe,
      O facto de ser fiadora ou fiador existe o potencial de responsabilidade, mas penso, que se o serviço da divida não for muito significativo, eles não terão grandes dificuldades em recorrer ao crédito.
      Cumprimentos,

  7. Joao, é permitido o cruzamento nas solicitações de crédito? Isto é se os duas pessoas com mesmo salário pretenderem financiamento, onde um passa a ser fiador do outro e vice-versa. Tendo como base o salário.

    • Bom dia Luindula

      Nada indica que não poderão ser fiadores um do outro. tenha atenção, contudo, ao facto de ser fiador ter graves consequências. Não recomendamos que seja fiadora…

      Cumprimentos
      João

    • Bom dia Elinete

      Sim, é possível ser fiadora de várias pessoas. No entanto, como lhe refere o artigo… pense muito bem antes de ser fiadora pois os riscos são demasiados…

      Cumprimentos
      João

  8. Boa noite. Me tire uma duvida. Vou ser fiador do meu irmao pois ele nao tem como comprovar renda, mas sei que ele pode pagar sem problemas o aluguel.. Minha duvida é: Quero comprar um carro mes que vem, e fazer isso para ele vai comprometer minha renda para futuramente comprar meu carro?

    • Bom dia Alexandre

      Existem seguros de proteção ao arrendamento para evitar que seja fiador. Ser fiador comporta bastantes riscos e é muitas vezes desnecessário.

      Se pretender ser fiador tipicamente não existirá nenhum problema que condicione um pedido de crédito da sua parte…

      Cumprimentos
      João

  9. Boa tarde

    Ha uns anos fui fiador da minha irma num credito automovel . Sem o meu conhecimento , ela entrou em incumprimento e foi sentenciada a pagar 5.500 de uma divida de 2.991 . Fui recentemente ao banco para pela primeira vez na minha vida pedir um credito para umas obras e fui informado que tinha uma divida por fiança no valor de 2,991 . Entrei em contacto com a financeira para tentar saber o que se passa e pediram-me 13,350 pois entretanto ja venceram juros e outras custas . Nunca fui notificado para pagar nada .

    O que faço .

    Obg

    • Caro Miguel

      Infelizmente estamos num caso prático de problemas de ser fiador. Os bancos não dão a informação devida e acabam por se criar problemas desta grandeza.

      Sugerimos que nos contacte para fazer uma consulta de diagnóstico gratuito para vermos como o poderemos apoiar neste contexto.

      Cumprimentos
      João Morais Barbosa

  10. Bom dia.
    Foi fiador de renda de um amigo.
    Entretanto e apesar de estar tudo bem, quero sair dessa responsabilidade.
    Como o fazer?
    Obrigado

    • Bom dia Frederico

      Terá de marcar uma reunião com o senhorio e com o seu amigo e discutirem alternativas para essa garantia. Por exemplo, poderá procurar os seguros de proteção ao arrendamento…

      Em qualquer dos casos, o senhorio tem de estar de acordo.

      Cumprimentos
      João

  11. Ou seja caso ele não tenha ninguém, o que é o caso, encontro- me ali amarrado.
    Nada posso fazer a nível judicial? Algum requerimento ou solicitação própria que se faça?
    Pois a bem não me parece que haja alternativa

    • Temo que não

      Mas para uma resposta “legal” sugiro que contacte um advogado para ver quais as suas alternativas

      Cumprimentos
      João

  12. BOA VOU POR ESTE MEIO FAZER O MEU COMENTARIO,SOU FIADORA DO MEU FILHO ATE AKI EATA TUDO BEM,MAS AGORA QUERO FAZER UM OUTRO EMPRESTIMO SERA K VAI SER ACEITE O MEU PEDIDO ,OBRIGADO

  13. Meu esposo e fiador do pai no banco, deu nosso carro como garantia ao banco , ao retirar o documento do licenciamento teve como resposta que o carro deveria ser transferido para o nome do seu pai , isso é legal? Nos temos o carro segurado no nome do meu esposo , eu achei muito estranho termos que transferir o carro para o pai do meu esposo!

    • Boa tarde Lilia

      De facto é estranho. Na prática, se o pai não pagou o crédito o banco poderá exigir em tribunal que o fiador seja “executado”. E isso implicaria que o tribunal ordenaria a venda do carro. Sugerimos alguma cautela. Se precisar de algum apoio adicional sugerimos que contacte um advogado da sua confiança…

      Cumprimentos
      João

  14. João , a dívida está em dia , todos os depósitos estão em conformidade com a data do vencimento. Não entendo porque passar o o carro para o nome do devedor , e se ele não fosse familiar? O pior é que o banco não informou esse procedimento, meu esposo se sente enganado pelo banco , se ele soubesse desse fato ele não seria fiador!

    • Boa tarde

      Assim sendo, desconsidere o pedido de passar o carro para o nome do seu pai. Não faz qualquer sentido. Peça ao banco que coloque a informação por escrito para depois poder fazer uma reclamação formal. Utilize o livro de reclamações se for preciso

      Boa sorte

  15. Os Fiadores do crédito Habitação são notificados em caso de venda da habitação em causa?
    Terão de estar presentes no ato da escritura da venda?

  16. ola Joâo sou fiadora da minha mâe quero
    financiar 8000 mil faltam 13 prestações pra quitar sera consigo
    um novo financiamento?

  17. Olá João!
    Quais os riscos de ser fiadora do FIES pra alguém (no caso, uma prima)?
    Tenho interesse em abrir um negócio em breve, isso irá me atrapalhar? Caso atrapalhe, posso deixar de ser fiadora?

    • Boa tarde

      Refere-se ao Fundo de Financiamento Estudantil? Pelo que percebo esse fundo é exclusivo do Brasil…

      Em teoria, um fiador tem o mesmo risco em todo o lado. Por norma os bancos não penalizam muito se a pessoa for fiadora de alguém que tem um bom histórico bancário… mas causa alguma entropia no processo.

      Cumprimentos

  18. Boa tarde
    Tenho uma casa de renda ao meu nome e a pessoa qual fiz esse favor deixou de pagar a renda à 5 messes o senhorio ja fez queixa na polícia, mas me informei, vai demorar algum tempo ate o tribunal deia a ordem de despeijo.
    A minha divida é se mesmo quando essa pessoa sair da casa eu vou ter problemas futuros por falta do pagamento da renda enquanto a pessoa esteve na casa?
    Obrigado

    • Bom dia

      Infelizmente, o senhorio poderá solicitar em tribunal que o fiador seja chamado a pagar o valor da dívida em atraso. A alternativa, seguinte, será o fiador pedir em tribunal que o seu “amigo” lhe devolva o que pagou em nome dele…

      Cumprimentos e boa sorte

  19. Boa noite !

    João , me tire uma dúvida , sou fiador de um amigo ele está em dia com seus débitos , porém agora decidi fazer um financiamento pela caixa de um imóvel , existe a possibilidade do banco recusar ?

    • Bom dia Samuel

      Em principio não existirá motivo para a recusa… pode ser um fator adicional caso o banco não esteja confortável com o seu nível de risco, mas à partida não deverá ter problema.

      O imóvel é da caixa ou vai fazer o crédito habitação por lá apenas?

      Cumprimentos

  20. Boa tarde, sou fiador de um parente e ele esta passando por dificuldades e tem varias parcelas em atraso, já fui notificado judicialmente a pagar esse debito que e muito alto. Tenho um dinheiro na poupança em outro banco, e possivel o banco credor boquear esse dinheiro que tenho na poupança mesmo sendo de um outro banco.

    • Boa tarde

      Infelizmente é possível que o tribunal bloqueie esse dinheiro.

      O que sugiro é que tente falar com o banco para chegar a um acordo e que contacte um advogado da sua confiança

      Cumprimentos

  21. Se sou avalista de uma pessoa em um empréstimo no banco, caso ela venha a não pagar, sou obrigada a.pagar a dívida?
    Posso recorrer contra a pessoa na justiça para ela pagar a dívida?

    • Bom dia

      É verdade. Ser avalista ou fiador significa que nos substituimos à pessoa em caso de não pagamento (que até poderá ser voluntário).

      Sim, poderá recorrer à justiça, mas normalmente demora algum tempo.

      Cumprimentos

  22. Bom dia os meus pais sao fiadores das minha irmas uma esta em estado de carência depois ela pede a folha IRS para apresentar ao banco de 2005 o que aconteces aos meus pais .pode me ajudar a entender obrigado

  23. Bom dia!
    Fui avalista de um parente, que não honrou com os compromissos. Estou sendo cobrada pelo banco, porém também não tenho condições de pagar. O valor cobrado é muito acima das minhas possibilidades de pagar. Não tenho nenhum bem que ele poderia ser pego como pagamento da dívida. Como um banco aceita alguém como avalista, se esta não tem condições de pagar? O que o banco pode estar me cobrando judicialmente?
    Grata pela atenção !

    • Bom dia Flávia

      A situação de avalista é uma garantia adicional que o banco tem. Poderá em determinados momentos não ter património ou rendimentos. No entanto, logo que tenha um rendimento penhorável existe o risco de ter o seu rendimento penhorado.

      A solução passa por o seu parente negociar os créditos e evitar problemas para si

      Cumprimentos

  24. Boa noite sou fiador de um carro ele deixou de pagar as prestações foi para tribunal andou em tribunal 6 ou 7 anos nunca chegou acordo em pagar o que devia nunca lhe penhorarao o salario esta semana o meu patrao recebeu uma carta do solicitador para me penhorar a mim o salario porque tenho uma divida de 33 mil euros .o que devo fazer? Obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA