Renda Fixa versus Renda Variável

O senhor cifrão aprendeu que existem dois grandes grupos de instrumentos financeiros onde se pode investir, cumprindo os objetivos traçados de liquidez, rendibilidade e risco, na nossa carteira de investimento.

Em Portugal, grande parte dos aforradores/investidores limita-se à inclusão de instrumentos de renda fixa na carteira, já que a aversão à perda é particularmente enraizada neste retângulo à beira mar plantado.

Vantagens da Renda Fixa

Os instrumentos de renda fixa oferecem um rendimento predeterminado, ao fim de um período de tempo igualmente predeterminado. Estes produtos, embora muitas vezes qualificados como isentos de risco, comportam sempre algum risco associado. São produtos com rendimentos limitados, algumas vezes ficando abaixo da inflação registada.

Vantagens da Renda Variável

Os instrumentos de renda variável, como o próprio nome indica, variam quanto ao seu rendimento, podendo oferecer retornos elevados mas também perdas significativas. São produtos de elevada liquidez.

Ao contrário do que muitas vezes se diz, estes instrumentos são muito simples de negociar, contudo têm uma característica, eu diria, ardilosa: são contraintuitivos! O nosso cérebro tem um mapa da realidade mas esse mapa não é o território.

Em alguns casos, e os mercados financeiros são um desses casos, aquilo que o nosso cérebro capta como sendo lógico é, na maioria das vezes, precisamente o mais ilógico! A aversão à perda, inerente à própria condição humana, induz a violação das duas regras mais básicas na negociação destes produtos financeiros: cortar (assumir) as perdas, deixando correr os ganhos e andar sempre a favor da tendência.

Antes de iniciar uma aventura neste tipo de produtos financeiros, aprenda o funcionamento do cérebro e, mais importante ainda, conheça-se a si mesmo…adicionalmente, poderá fazer sentido conhecer algumas dicas de poupança de modo a garantir que tem o dinheiro necessário para começar a investir.

Nota: Para mais detalhe sobre os seus investimentos sugerimos que consulte o artigo “Quer saber como investir?



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro