Como Investir para Iniciantes

Investir

Como Investir para Iniciantes

3 min Partilhar 9 de Setembro, 2014

Search
Generic filters
Exact matches only
ações

Quando vemos os nossos amigos e vizinhos a falar da sua experiência no mundo dos investimentos ficamos com a sensação de que um novo mundo de oportunidades está ao nosso alcance. Também queremos ganhar dinheiro e melhorar a nossa vida pelo que olhamos para esta realidade como uma oportunidade a não desperdiçar.

Existem diversas oportunidades nos mercados financeiros mas saiba que nenhuma é isenta de risco. Pelo menos se estivermos a falar de investimentos que venham a gerar bons níveis de retorno financeiro. Neste artigo vamos falar-lhe de algumas regras fundamentais para os iniciados no mundo dos investimentos.

 

investir bolsa

Saiba se é o Momento Certo para Investir

É impossível dizer quando será a melhor altura para entrar nos mercados. Alguns supostos “gurus” tentam adivinhar os melhores momentos para investir mas isso é um exercício de adivinhação. Tendo isto presente, saiba que o melhor momento para começar a investir é hoje. Se não começar hoje provavelmente nunca irá começar. E comece a estruturar uma carteira com ativos de diferentes classes de risco, diversificando os seus riscos.

Dito isto, será necessário saber se as suas finanças pessoais estão preparadas. Não convém começar a investir se ainda possui muitas responsabilidades com créditos ou muitos outros custos fixos mensais. O importante é que acabe com as suas dívidas mais caras e que liberte espaço para começar a poupar para o longo prazo. Caso contrário com grande probabilidade irá desistir dos seus investimentos e levantar as suas poupanças à primeira emergência.

Não convém igualmente começar a investir se ainda não possui equilíbrio financeiro desejável, principalmente em matéria de sustentabilidade. Uma boa forma de garantir esta segurança é garantir a existência de um fundo de emergência com pelo menos seis meses de suporte financeiro.

Quando Deverá Investir

A tentação do mundo dos investimentos leva a que qualquer investidor iniciante inicie a sua atividade com montantes desproporcionais á sua experiência financeira. É muito comum um investidor iniciante aplicar grande parte das suas poupanças na sua primeira decisão de investimento, sendo que a sua decisão atual e futura é influenciada pela expectativa ou primeiros sinais de sucesso ou insucesso.

Idealmente, um investidor iniciante deve iniciar com pequenos montantes, preferencialmente até 5% do seu património aproveitando pela diversificação racional e coerente. Com a evolução da sua experiência devera reforçar a sua posição até um máximo de 10 % do seu património optando sempre por diversificar a sua carteira de ativos.

É certo que toda a estrutura financeira deve estar garantida previamente para que, a sua experiência com os investimentos seja positiva e não penalizadora emocionalmente. Deverá estar consciente dos riscos que está a correr o seu capital investido não deve fazer diferença na sua vida financeira normal.

Onde Abrir uma Conta de Investimento

A grande generalidade dos bancos possui para os seus clientes diversas soluções de investimento, sendo assim possível, sem grandes dificuldades abrir uma conta de investimento.

Independentemente do tipo de investimento, (quase) todas as contas possuem custos para os seus titulares, quer seja por transação, custódia, subscrição ou outros. O correto passa sempre por analisar os custos inerentes nos diversos bancos com que trabalha, bem como estudar os produtos financeiros que vão fazer parte da sua conta de investimento.

Online também já é possível abrir contas para efetuar as mais diferentes transações quer seja para transacionar produtos financeiros complexos ou não. Neste contexto, sugerimos que conheça o BancoBig e o BancoBest que são boas alternativas para o seu dinheiro ao permitirem investir com custos muito reduzidos.

Comece por Investir em Produtos com Menos Risco

Se ainda não possui qualquer conhecimento com produtos de investimento então o melhor caminho é começar por investir em produtos mais simples, como por exemplo, fundos de investimento. No entanto, deverá compreender claramente o fundo de investimento onde pretende investir, não só a nível de potencial, mas também tendo em conta a composição da carteira de investimento.

Compreender e conhecer a composição da carteira é adquirir conhecimento necessário para depois investir diretamente nesses produtos. Por exemplo, um fundo de investimento em ações possui na sua carteira de investimento, ações na sua grande maioria, logo, compreender o porquê da estratégia da equipa de gestora do fundo de investimento é fundamental.

Assim que se sentir mais confiante e com maiores conhecimentos dos ativos que mais se familiariza, então estará em condições para começar a investir diretamente nesses ativos.

 



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro