Seth Godin 2007 | Lições de Finanças Pessoais

Finanças Pessoais

Seth Godin 2007 | Lições de Finanças Pessoais

2 min Partilhar 29 de Junho, 2011

Search
Generic filters
Exact matches only
seth godin

Muitos de nós já ouvimos falar de Seth Godin, pois ele é simplesmente autor de alguns dos melhores livros sobre marketing. Na verdade, são bestsellers em diversos países do mundo tendo sido traduzidos em mais de 33 línguas. Em 2007, Seth Godin publicou um artigo cujo o titulo em português é qualquer coisa do tipo “ Guia de Finanças Pessoais para profissionais de marketing” (Marketer’s Guide to Personal Finance).

O Inteligente e o Distraído

O artigo é muito simples de compreender e basicamente explora a diferença entre dois profissionais, o que investe e o que gasta acima das suas possibilidades. Em termos práticos, existem dois profissionais de marketing, o inteligente e o distraído. O inteligente decide poupar durante 5 anos, 100 euros por mês e aplica esse dinheiro numa conta poupança a uma rentabilidade média de 5% ao ano.

Já o  distraído gasta 100 euros a mais todos os meses do seu orçamento, utilizando o cartão de crédito para suportar este consumo, pagando 24% de taxa de juro ano.

Definitivamente o inteligente terá qualquer coisa como 7.000 euros ao fim de 5 anos em poupanças enquanto que o distraído acumula um divida de mais de 13.000 euros a qual não pára de crescer a cada mês (não confirmei os valores, pois não é importante para o objectivo do artigo).

Com este exemplo Seth Godin pretende alertar todos, especialmente as empresas na gestão e avaliação dos custos das mesmas em manter a sua atividade. Pretende sensibilizar para a importância de efetuar escolhas que no longo prazo tragam mais valias.

Exemplifica mesmo no seu artigo, que aquando da sua atividade enquanto orador, teve que conduzir noites inteiras para poder exercer a sua atividade no dia seguinte, sabendo que poderia deslocar-se através de avião embora gastando mais dinheiro (na altura, sendo que hoje é possível efetuar viagens mais baratas por avião).

Gastar Apenas em Coisas que Realmente Importam

A ideia é simples e Seth Godin afirma no final do seu artigo, que devemos gastar o necessário em coisas que realmente importam e o menos possível em coisas que não importam.

Pay as much as you need to for things that matter, and as little as you can for things that don’t”

Cuidado com a Contratação de Crédito

Do mesmo modo, alerta para a necessidade da consciência na contratação de crédito, sendo mesmo radical ao ponto de aconselhar a que apenas se assuma o crédito como solução se a sua finalidade não perder valor com o tempo.”

Onde já ouvi isto? Os nossos avós não nos diziam que só comprariam um carro se possuíssem dinheiro para três…

A sua citação é clara “And never borrow money to pay for something that goes down in value.”

Veja aqui o artigo de Seth Godin que apesar de ter sido publicado em 2007 ainda se mantêm super atualizado. Tire as suas conclusões e partilhe aqui com a comunidade. Poderá também ver o nosso principal artigo sobre finanças pessoais para aprofundar ainda mais os seus conhecimentos nesta área.

 



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro