3 Coisas Que Pode Ganhar se Pedir Fatura

0
436
pasta com dinheiro

O Governo foi forçado a introduzir benefícios para que os contribuintes portugueses peçam faturas. Percebeu-se que é necessário um incentivo para que todos nós consideremos urgente e necessário pedir faturas. A ideia é simples: conseguir reduzir a economia paralela e aumentar a coleta de impostos, com as vantagens para a sociedade que daí advém. Destacamos 3 grandes ganhos para o seu orçamento familiar se pedir faturas

 

Recuperar até €250 por ano em IVA

É possível ganhar dinheiro no seu IRS através da dedução de 15% do valor do IVA das faturas em serviços que são conhecidos como menos propensos a passar faturas (cabeleireiros, mecânica ou restauração). Claro que para recuperar parte do IVA terá de o pagar. Ou seja, quando no mecânico não pagava o IVA agora terá de o fazer… o montante máximo que poderá recuperar todos os anos é de €250.

Despesas Gerais Familiares

O novo Orçamento de Estado contempla agora uma rúbrica de despesas gerais familiares em que possibilita a dedução de 35% das despesas com a aquisição de todos os serviços e bens que sejam comunicados às Finanças respeitando as regras do e-fatura.

Fatura da Sorte

Uma última vantagem de quem pede fatura é a possibilidade de se candidatar ao sorteio dos Audi. Porquê um automóvel? E porquê um Audi? Não faria mais sentido um prémio em dinheiro? Talvez sim… talvez não…

Estas são três grandes vantagens que se somam ao incremento da justiça fiscal. Até podíamos não ganhar dinheiro diretamente mas estaríamos a contribuir para a redução da fuga aos impostos o que acaba por resultar num menor défice e na possibilidade de eliminação de algumas medidas de austeridade.

Já decidiu o que vai fazer com o dinheiro que tiver recuperado do IRS? Por que não constituir a sua conta poupança ao invés de gastar logo o dinheiro? Pode colocar o dinheiro em depósitos a prazo, se bem que os melhores depósitos a prazo dão taxas muito perto de zero. Em alternativa, terá os certificados de aforro que deve preferir a outros produtos como as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (que já demonstrámos que não são bons produtos de aforro).

 

Avalie este artigo

Deixe um comentário

avatar
  subscrever  
Notificação de