5 Dicas para Poupar Dinheiro

Poupar Dinheiro

5 Dicas para Poupar Dinheiro

3 min Partilhar 2 de Março, 2011

Search
Generic filters
Exact matches only
finanças pessoais

Todos nós desejamos possuir estabilidade financeira e diariamente lutamos para concretizar esse objectivo. Do esforço do nosso trabalho resulta a ferramenta para conseguirmos atingir tal estabilidade financeira, o nosso dinheiro. Desejamos ter mais dinheiro e não existe qualquer mal em tal desejo. Deixar de ter preocupações com as contas mensais, créditos, eventuais acontecimentos inesperados, entre outros, são um objectivo comum à generalidade das pessoas.

Ter mais dinheiro não significa ganhar mais dinheiro, pois a continuidade da existência de dinheiro depende de como o utiliza. Uma utilização ineficiente pode-o levar a ficar sem qualquer dinheiro mesmo que ganhe muito dinheiro. Dai a importância de saber investir, gerir e distribuir o seu dinheiro e para isso deixo-vos aqui 5 Dicas para o seu Dinheiro.

Orçamente Tudo

As pessoas com estabilidade financeira sabem tudo sobre o dinheiro que possuem. Sabem para onde vai, de onde vem, onde está investido e onde investir. Eles têm perfeita consciência da necessidade de poupar dinheiro e ganhar dinheiro e sabem que por cada euro que poupam podem ganhar mais um ao investi-lo.

É fundamental que saiba todos os passos do seu dinheiro e que tenha as melhores decisões no que se relaciona com o seu dinheiro. Elaborar um orçamento pessoal ou familiar é o primeiro passo para o controlo do dinheiro, mas também é o primeiro passo para tomar melhores decisões que envolva o seu dinheiro, nomeadamente, o destino que lhe pretende dar e como irá o rentabilizar.

A Primeira Saída de Dinheiro é Para Nós

As pessoas financeiramente estáveis têm sempre os olhos postos nas suas poupanças e monitorizam regularmente os passos definidos para as aumentar. Qualquer euro a mais é avaliado quanto à potencialidade do mesmo para a contribuição das poupanças. Regra geral, tudo possui orçamentação e cada cêntimo tem destino, no entanto, a primeira contribuição que fazem é para as suas poupanças.

Receba Juros

As pessoas financeiramente estáveis sabem que ganhar juros significa ganhar dinheiro. Conhecem os efeitos das taxas de juro e da capitalização, bem como, da real rentabilidade dos seus investimentos.

Ganhar juros pode acontecer de diversas formas e não necessariamente através de poupanças ou investimentos. Sempre que recebe juros da suas poupanças está a ganhar dinheiro em juros, mas, sempre que amortiza os seus créditos ou evita o pagamento mínimo do seu cartão de crédito está a deixar de pagar juros, logo está a ganhar dinheiro.

Ganhe sempre juros no que toca as suas poupanças e seus créditos. Com algum esforço verá que pode ganhar imenso dinheiro com essa atitude.

Menos é Muito

As pessoas ricas estão atentas a todos os pequenos detalhes que envolvem o seu dinheiro. Não aceitam gastar um euro sem saber onde, nem aceitam movimentos não planeados com o mesmo. Um bom exemplo de dezenas de euros anuais que vão para onde não desejamos prende-se com as comissões bancárias, como por exemplo, despesas de manutenção de conta, custos com transferências, anuidades de cartões, entre outras (veja aqui qual o melhor banco para a sua conta à ordem).

Veja as opções existentes no mercado para eliminar esses encargos, como por exemplo, contas ordenado, utilização online da conta ou utilização em ATM’s (Multibanco), etc. Se considerar que pode poupar mais de 200 euros anuais, verifica que menos é muito, pois, tudo depende a regularidade que esse menos acontece.

Treine a Negação

Aprender a dizer não permitirá bastantes benefícios na vida, benefícios esses não só financeiros como também pessoais. Dizer não, em finanças pessoais, é uma das soluções mas eficazes para o sucesso do planeamento financeiro. Treine a sua capacidade de dizer não e verá que conseguirá manter-se em foco com o destino que definiu para o seu dinheiro.

A negação é o primeiro caminho para começar a poupar dinheiro a sério. Nunca é de mais pensar que para poupar dinheiro temos de cortar nas despesas… mas não devemos olhar para a negação como algo negativo mas como um espaço para acumular algum património (por exemplo em certificados de aforro) para gastar no futuro.

Que mais dicas nos aconselha?

Deixe a sua contribuição com a comunidade. Dê-nos a conhecer mais dicas para o nosso dinheiro.



Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Em que podemos ajudar?

Outro