Seguro de Vida Crédito Habitação

0
4
seguro vida crédito habitação

A nossa experiência de mediação de seguros tem resultado em muitas conclusões e dicas úteis para escolher o melhor seguro vida crédito habitação. Neste artigo vamos falar-lhe de tudo o que precisa de saber para que tenha a melhor cobertura ao melhor preço do mercado. O trabalho é nosso e a poupança é sua. Simples?

O que é o seguro vida crédito habitação?

Um seguro de vida é um contrato entre uma companhia de seguros e um tomador do seguro. Através deste contrato o tomador do seguro passa as consequências financeiras de um sinistro para a companhia de seguros. No caso específico do crédito habitação, o segurado passa para uma companhia de seguros a responsabilidade da liquidação do montante em dívida à data do sinistro e vê assim garantida a sua segurança financeira. Esta passagem de risco obriga ao pagamento de um preço que é denominado de prémio de seguro.

O seguro de vida habitação é obrigatório?

Este é um dos grandes equívocos. seguro vida crédito habitação não é obrigatório por lei. No entanto, acontece que os bancos impõem a contratação de um seguro de vida para conceder o crédito. Logo, acaba por ser praticamente obrigatório ter o seguro de vida apesar de por vezes os bancos isentarem esta obrigatoriedade – por exemplo, se contrata um crédito habitação em idade mais avançada poderá requerer a isenção deste seguro e há vários bancos que o permitem.

 

FAÇA AQUI A SUA SIMULAÇÃO 

 

É obrigado a contratar o seguro vida crédito habitação no seu banco?

Não somos obrigados a contratar o seguro de vida do crédito habitação na seguradora do banco. Pode acontecer que não tenhamos a bonificação no spread. No entanto, se pensarmos bem, qual o motivo para que o banco queira baixar o spread para termos lá o seguro de vida? Na lógica de “não há almoços grátis”,

o banco baixa ligeiramente o spread mas ganha muito mais dinheiro no seguro de vida.

E ganha não só no início mas ganha mais à medida que vamos envelhecendo pois o prémio do seguro vida crédito habitação tende a aumentar bastante com o tempo. Veja-se o exemplo de uma apólice de €100.000 para um cliente com 43 anos:

 

seguro vida crédito habitação

Se já tem um crédito habitação em curso saiba que tem a possibilidade (consagrada na lei!) de mudar o seguro para outra seguradora. Este é o típico caso de se fazer contas. Comparar a poupança do seguro de vida com a eventual subida do spread (tenha em atenção que vários bancos deixam que mude o seguro sem agravar o spread). Nestes casos, será mesmo de mudar o seguro de vida e também o multirriscos para aumentar as suas poupanças.

Quais as diferentes coberturas do seguro vida crédito habitação?

Os seguros de vida não são todos iguais. Distinguem-se numa série de variáveis como as exclusões e coberturas. Podemos destacar dois grandes grupos de coberturas do seguro de vida habitação:

Invalidez total e permanente (ITP)

A Cobertura de ITP é a cobertura mais abrangente do mercado pois pode ser acionada quando a pessoa segura tiver registado um sinistro que resulte num nível de incapacidade a partir de 60%. Tenha em atenção que também aqui podemos ter dois tipos de invalidez e que são muito diferentes. É possível ter a cobertura para todas as profissões ou equiparadas ou só para a profissão. Quer isto dizer que neste último caso se for cirurgião e se tiver uma invalidez, um dos seguros poderá não cobrir pois mesmo assim o cirurgião pode ter capacidade para ser empregado de escritório.

Invalidez absoluta e definitiva (IAD)

Esta cobertura é muito restritiva pois obriga a que a invalidez resulte num grau de incapacidade muito elevado e que necessite do apoio de terceiros para suprir as suas necessidades essenciais.

De notar que os graus de ativação da cobertura de ITP podem ser distintos de companhia para companhia. Algumas companhias têm a invalidez de acordo com a Tabela Nacional de Incapacidades e outras consideram a subjetividade da junta médica da própria seguradora (já viu o perigo?). Logo, comparar o prémio pago em diferentes companhias deverá considerar aquela diferença pois em caso de doença 2% ou 3% de diferença podem representar a diferença entre ser ou não ser indemnizado.

Como é determinado o prémio do seguro vida crédito habitação?

O cálculo do prémio do seguro, conhecido vulgarmente por preço ou prestação é algo que também não é compreendido em absoluto pelos clientes das seguradoras. Existe alguma confusão que também é motivada pela diferença de critérios entre companhias.

Em linhas gerais, podemos destacar 4 grandes fatores que condicionam a atribuição de um preço ao seu seguro de vida habitação:

  1. Capital em dívida – Quanto maior o capital a segurar maior será o risco que a seguradora assegura pelo que maior terá de ser o prémio a pagar, tudo o resto constante;
  2. Idade das pessoas seguras – O cálculo do prémio é um cálculo de probabilidades que tem em conta a esperança média de vida das pessoas num determinado país. Assim, quanto maior for a sua idade maior a probabilidade de existência de um sinistro que cause a necessidade de indemnização. Logo, maior o prémio a pagar.
  3. Saúde – O estado de saúde da pessoa a segurar também tem um impacto no preço na medida em que aumenta a probabilidade de sinistro. Em casos de doenças ou pré-existências pode existir um agravamento no prémio ou mesmo a exclusão desse risco da cobertura da apólice. Em muitos casos, contudo, dá-se a exclusão e mesmo assim um agravamento na cobertura base (morte) pois a probabilidade de sinistro aumenta.
  4. Profissão – Existem profissões com maior grau de risco. Por exemplo, oficiais das forças de proteção têm um prémio agravado pois o risco de morte ou de invalidez aumenta.

Atenção à evolução do prémio ao longo do contrato

Muitas vezes somos confrontados com um prémio que aparenta ser muito interessante mas que esconde uma realidade menos agradável. Com a evolução do contrato e com o nosso envelhecimento o prémio evolui e muitas vezes sobe de forma descontrolada. Assim, é recomendável que se analise a evolução do prémio ao longo de todo o contrato para garantir que temos a melhor relação prémio / cobertura.

Para perceber como aqueles 4 fatores interagem veja o exemplo de uma pessoa segura com um capital de €100.000 e com data de nascimento 1 de Janeiro de 1993.

seguro vida crédito habitação

Podemos tirar algumas conclusões para este caso específico. Em primeiro lugar percebemos que a diferença de prémio de ITP e IAD não é assim tão significativa e que permanece mais ou menos constante ao longo do tempo. Vemos também que o prémio é decrescente na medida em que o aumento do risco de morte/invalidez é inferior à redução do capital em dívida.

Vemos agora outro caso, para um mesmo capital em dívida de €100.00 mas para uma pessoa nascida em 1960. Neste caso e para esta companhia, vemos um aumento expressivo dos prémios ao longo de todo o contrato com uma diferença também ela expressiva nos dois tipos de coberturas. A queda da linha azul acontece pois neste caso dá-se o fim da cobertura de ITP pois a pessoa atingiu a idade da reforma.

 

seguro vida crédito habitação

Formalidades médicas no seguro de vida

As formalidades médicas são uma das grandes mais-valias dos seguros de vida. Podem ser recebidas com maus olhos por muitos clientes mas a exigência de formalidades médicas deveria ser vista como algo positivo. O motivo é simples. Estas formalidades médicas salvam vidas e devem ser consideradas como um check-up médico gratuito. Pela sua importância repetimos. Muitas vezes as companhias de seguros salvaram a vida aos seus clientes ao detetar doenças que necessitaram de intervenção médica urgente.

Tipicamente existem capitais e idades mínimas a partir dos quais os exames requeridos são mais completos. Neste ponto a exigência das seguradoras é mais ou menos homogénea.

Atenção às coberturas e exclusões

Um ponto adicional a reter no contexto dos seguros de vida consiste em diferenças das coberturas e exclusões. Assim, sugerimos que tenha atenção diferenças que possam existir entre:

  • Condutores de motas;
  • Cobertura geográfica;
  • Cobertura de atos de terrorismo e outros

Diferentes companhias têm diferentes posicionamentos

Cada companhia de seguros tem a sua abordagem ao mercado. Algumas companhias apostam de forma mais agressiva na cobertura de IAD. Outras preferem ser mais competitivas no que diz respeito à evolução do prémio ao longo do contrato. Outras ainda tornam-se mais competitivas em determinadas faixas etários.

Estas diferenças são conhecidas por quem faz centenas de simulações e dezenas de apólices todos os meses. Este é um dos contributos que o mediador lhe pode trazer. Escolher o seguro que melhor se adequa às suas necessidades ou interesses (que nem sempre coincidem).

Cobrimos as principais valências e fatores a ter em consideração nos seguros de vida de crédito habitação. É importante que sejamos verdadeiros para garantir que temos uma boa experiência e que estamos cobertos pelo seguro. É fundamental ter um bom aconselhamento para que consiga ter a melhor relação entre o prémio que paga e as coberturas contratadas. A grande vantagem de um mediador de confiança é que este faz todo o trabalho por si e não lhe cobra qualquer valor. Por que não conhecer quanto pode poupar com a transferência do seu seguro vida crédito habitação?

Peça uma Simulação Grátis e Sem Compromisso

 Concordo com os termos e condições e política de privacidade

Ao enviar os seus contactos concorda com os nossos Termos e Condições e Políticas de Privacidade

Avalie este artigo
COMPARTILHAR
Artigo anteriorCalculadora salário líquido 2018
Próximo artigoSeguro Automóvel Barato | Seguros Low Cost
João Morais Barbosa
Iniciou a sua carreira no setor financeiro onde desempenhou funções de analista de ações e gestor de fundos de investimento. Especialização em mercados e ativos financeiros no ISCTE e uma pós-graduação em Análise Financeira no ISEG, curso que lhe conferiu o Certificado Europeu de Analista Financeiro. Fundou a Escola de Finanças Pessoais – sendo co-autor de seis livros nesta temática (Manual das Finanças Pessoais, Manual da Poupança, Como Acabar com as Dívidas Pessoais e Familiares, O meu primeiro livro de Finanças Pessoais e Como ensinar o meu filho a poupar, Viva uma Reforma Feliz). Através da Escola de Finanças Pessoais já formou mais de 5.000 colaboradores de empresas nacionais e internacionais. Tendo sido Diretor-Comercial na DignusCapital, decide criar o seu projeto próprio na área da renegociação e intermediação de crédito, fundando a Reorganiza, empresa onde trabalha atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA