Regra dos 100 nos Investimentos

1
493

 

Uma das mais populares no mundo dos investimentos de particulares é a regra dos 100. Não gostamos de generalizações mas gostamos sim de regras que nos permitam simplificar a gestão do nosso dinheiro e com isto ganhar tempo. Ao aplicarmos esta regra estamos a falar da diversificação de risco por diferentes ativos.

O que Significa a Regra dos 100 nos Investimentos

A regra dos 100 diz-nos a percentagem de ativos que deveremos alocar a investimentos com risco. De forma simples, a percentagem de investimento em ativos de risco deverá ser 100 menos a sua idade.

Regra dos 100

Exemplo Prático da Regra do 100

Facilmente consegue apurar qual deverá ser a sua exposição a produtos de risco ou de rentabilidade variável aplicando a regra dos 100. Imagine que tem 30 anos, isto significa que o seu património financeiro deve ter uma exposição de 70% a produtos de risco. Se por ventura possuir 60 anos, então a exposição será de 40%.

O conceito tem lógica visto que quanto mais perto da idade da reforma menos arriscados deverão ser o nossos investimento porque a segurança e a estabilidade nestas alturas são necessidades com imensa importância. De igual modo, quanto mais novo maior exposição, pois considera-se que mesmo que o investimento não corra da melhor forma existe sempre um maior período de tempo para o recuperar.

Regra dos 100

O que Pensar Sobre esta Regra

Tal como já tinha referido anteriormente existe lógica na regra dos 100, mas mesmo assim, considero que o investidor não deverá se reger por esta regra, mas antes pela sua capacidade de analisar o valor de determinado investimento ou carteira de investimento.

Imagine que, de acordo com os últimos indicadores, não consegue determinar uma oportunidade de investimento que tenha probabilidade de rentabilidades futuras aceitáveis e cujo o risco é igualmente aceitável ou dentro dos seus limites de perdas. Todavia depara-se com 50% do seu património financeiro não indexado a rendimento variável, arriscaria investir para cumprir com esta regra? Provavelmente não, pois não encontra valor no investimento e a verdadeira regra neste tipo de situação é não fazer nada.

Por vezes, não fazer nada, ou não investir, é a melhor decisão de investimento, bem como, o melhor conselho que poderá algum dia ter. Para reforçar, quando chega ao momento em que decide não fazer nada está a receber um conselho do homem que está no espelho, ou seja, a pessoa que você mais confia, você próprio.

Assim sendo, não considero que exista valor na regra dos 100, no entanto, reconheço que é um excelente incentivo para os mais jovens se aventurarem no mundos dos investimentos com risco.

Qual o Melhor Investimento de Todos?

Sabe qual é o melhor investimento sem risco? Sabia que é possível ganhar perto de 20% ao ano sem risco? Não acredita? Saiba que a redução do endividamento permite-lhe grandes ganhos, sem risco e sem ter de pagar impostos. Para conseguir ganhar dinheiro desse modo sugerimos que veja as nossas dicas para construir o seu orçamento familiar de modo a libertar liquidez para esse investimento.

 

Avalie este artigo

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
0 Autores de comentários
Diversificação em Investimentos - Reorganiza Autores recentes de comentários
  subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
trackback
Diversificação em Investimentos - Reorganiza

[…] não só estar relacionada com o perfil de risco mas também com a idade do investidor. Aqui entra a regra dos 100 nos investimento que por aqui já […]